Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Receita Municipal convoca 2.721 empresas para regularizar débitos e evitar exclusão

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria da Receita Municipal (Serem), está convocando os representantes de 2.721 empresas optantes do Simples Nacional, em débito com o Município, para se regularizarem até o dia 15 de dezembro, próxima sexta-feira. A medida visa evitar a exclusão destas empresas do regime tributário.

Durante o período do Programa de Regularização Fiscal, que acontece até esta sexta-feira (15) estes contribuintes poderão regularizar o pagamento dos tributos em aberto que estão contemplados no mutirão de renegociação ficando aptos a permanecer no Simples. No Refis, o contribuinte pode conseguir descontos de ate 100% nas multas e juros nos pagamentos à vista.

A listagem com os nomes das empresas consta no Anexo Único da Portaria Tributária nº 019/SEREM, de 07/11/2023, publicada no Diário Oficial do Município nº 0399, de 07/11/2022 (pode ser acessada aqui: https://www.joaopessoa.pb.gov.br/doe-jp/edicao-399-2023/). Essas empresas possuem débitos de IPTU, ISS, ITBI, TCR, outras taxas, multas e parcelamentos com parcelas atrasadas. Caso permaneçam como inadimplentes, serão excluídas do Simples Nacional.

Para saber o detalhamento das pendências o representante da empresa poderá acessar o Portal do Contribuinte, na página oficial da Prefeitura de João Pessoa, selecionar a opção “Simples Nacional” – “Consultar Pendências” e informar CNPJ e Inscrição Municipal da empresa, no link (https://www.joaopessoa.pb.gov.br/pc/consultarPendenciasSimplesNacional.xhtml), ou através da abertura de protocolo no sistema de atendimento online 1DOC, com pedido de “Consulta Débito do Termo de Exclusão do Simples Nacional”, endereçado à Diretoria de Tributação – Divisão de Cadastro Mobiliário (disponível na internet em joaopessoa.pb.gov.br / “”prefeitura conectada”” / “”atendimento ao cidadão””)”. Também poderá consultar de forma presencial, comparecendo à Central de Atendimento da SEREM, no Centro Administrativo Municipal, em Água Fria, onde poderá emitir o boleto para pagamento à vista ou parcelar o débito.

Além da publicação da portaria no Diário Oficial, as empresas também foram notificadas através do Domicílio Tributário Eletrônico das empresas do Simples Nacional (DTE). As notificações feitas através do DTE foram enviadas no dia 10/10/2023, informando a existência de débito e concedendo um prazo de 30 (trinta) dias para regularizar sua situação perante o município e evitar a exclusão da empresa, o referido prazo começou a ser contado a partir da data da ciência registrada no DTE.

“Para regularizar o débito, o pagamento deverá ser feito à vista ou parcelado dentro do prazo de 30 (trinta) dias da ciência da notificação. Caso opte pelo parcelamento, a primeira parcela deverá ser paga no prazo mencionado. As empresas notificadas somente serão excluídas se não regularizarem sua situação, pois a existência de débitos impede a permanência no Simples Nacional”, explicou a auditora fiscal de tributos da Serem, Ana Horácio.

Simples Nacional – Instituído a partir de julho de 2007, foi criado com o objetivo de estimular o empreendedorismo no Brasil por meio da Lei Complementar 123/2006. Neste regime, a cobrança de oito tributos é feita em um único boleto, sendo seis tributos federais (IPPJ, IPI, PIS, COFINS, CSLL e CPP), um estadual (ICMS) e um municipal (ISS).

Além da simplificação no pagamento, o Simples Nacional também promove uma redução significativa da carga tributária, pois as alíquotas aplicadas são inferiores às do regime normal e o valor do tributo devido é proporcional ao faturamento da empresa. Contudo, apesar desses benefícios, a inadimplência das empresas optantes ainda é bastante alta.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

joaobenedito (1)

TJ aprova criação de mais sete vagas de desembargador na PB

emersonpanta

TCE imputa débito de R$ 2 milhões a Emerson Panta por contratação de advogados

17113967826601d7aec1edd_1711396782_3x2_lg

Moraes diz que não há evidências de que Bolsonaro buscou asilo na Embaixada da Hungria

daniellabsb (2)

Daniella Ribeiro será relatora do PL que reformula o Perse para turismo e eventos

cejuuscararuna (1)

Núcleo de Solução de Conflitos do TJ inaugura Centro em Araruna nesta quinta-feira

amiditce (2)

Amidi e TCE discutem mecanismos de transparência na publicidade institucional

society (1)

João Pessoa sediará Torneio de Futebol Society dos Corretores de Imóveis

leobandeira

TCE-PB dá 30 dias para prefeito concluir creche em Lucena

jacksonemarcos (1)

Presidente do PT da PB explica presença na PH: “O evento era do PSB, não do PP”

UFPB-entrada-683x388

UFPB terá urnas em todos os centros de ensino nesta quinta; veja locais