Informação de que corpo de Ana Sophia estaria em Dona Inês não tem embasamento

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Polícia Civil da Paraíba esclareceu através de nota à imprensa que, no Inquérito Policial que investiga o desaparecimento da menina Ana Sophia, na região de Bananeiras, não há nada oficialmente que remeta – até o momento – ao município de Dona Inês como suposto local onde a criança estaria (vida ou morta). Essa informação, que chegou a ser cogitada em alguns veículos de comunicação durante o dia, não tem embasamento oficial.

A Polícia Civil continua investigando o caso, junto com as demais forças de segurança.

Ana Sophia Gomes dos Santos, de 8 anos, desapareceu no dia 4 de julho quando saiu de casa para brincar na casa de uma amiga na mesma rua onde mora. Desde então, o distrito de Roma, em Bananeiras, onde ela morava foi vasculhado pela polícia e pelo Corpo de Bombeiros.

Várias buscas em açudes, casas e até mesmo numa pousada que funcionaria como casa de prostituição foram realizadas, mas sem resultados.

A polícia se queixa da propagação de notícias falsas que faz com que muito tempo e energia sejam perdidos e apela para que informações que possam levar à localização da menina sejam repassadas pelo 197, da Polícia Civil ou para o Núcleo de Cidadania de Adolescentes (Nuca), no número 99110-6577.

Leia mais:

Menina de 8 anos desaparece em Bananeiras depois de ir visitar amiga

Bombeiros, drones e cães farejadores procuram menina desaparecida em Bananeiras

Ana Sophia continua desaparecida há quatro dias e perícia é realizada em casa vizinha

Moradores de Bananeiras se mobilizam para realizar buscas por Ana Sophia junto à polícia

Mãe e irmãs de Ana Sophia são conduzidas à delegacia e aumenta especulação sobre desaparecimento

Polícia investiga novas imagens que podem ser de Ana Sophia, desaparecida faz 15 dias

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

Anteriores

jucelio

MAIS LIDAS