Justiça julga recurso da Arquidiocese da PB contra condenação por caso de exploração sexual

A Justiça julga na tarde desta quinta-feira (7) o recurso apresentado pela Arquidiocese da Paraíba contra a condenação por exploração sexual infantil, que envolve um grupo de religiosos tido como protegidos do ex arcebispo Dom Aldo Pagotto.

As acusações apontam que havia a compra de favores sexuais de jovens e adolescentes (coroinhas e flanelinhas) que teriam sido aliciados por religiosos.

O julgamento acontece no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a partir das 13h30, e o desembargador relator é Thiago de Oliveira Andrade.

O processo tramita em segredo de justiça e a sessão, como determina a lei, será fechada.

A condenação envolve a quantia de R$ 12 milhões.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.