Após condenação da CBF, jornalistas de CG vão recorrer e pedir valor inicial da indenização

Além da CBF, os três jornalistas paraibanos que foram expulsos de campo na final da Copa do Nordeste 2016 pela própria Confederação Brasileira de Futebol também vão recorrer da sentença que condenou a instituição a pagar-lhes R$ 7.500 de indenização e um dia de salário a cada um. O advogado Bruno Farias, que faz a defesa dos profissionais paraibanos, disse que “o juízo pode diminuir a multa que ele mesmo aplicou. Nós vamos recorrer para aplicar os R$ 5 mil (de indenização).”

O valor de R$ 5 mil tinha sido levantado no começo do processo, mas a condenação contra a CBF foi de pagar R$ 2.500 a cada um dos jornalistas, além de um dia de salário, a ser calculado o valor. A sentença foi dada no dia 6 de agosto deste ano pela juíza da 8ª Vara Cível da Comarca de Campina Grande, Lua Yamaoka Mariz Maia Pitanga.

A notícia da condenação foi dada em primeira mão pelo ParlamentoPB, nesse sábado (15).

Relembre o caso

CBF é condenada a pagar indenização a jornalistas da PB expulsos de campo na final do Nordestão

Após condenação da CBF, jornalistas de CG vão recorrer e pedir valor inicial da indenização

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.