Anísio sugere que STF assuma que processo contra Lula foi “armação desde o começo”

O deputado estadual Anísio Maia declarou em nota que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve assumir que o processo contra Luiz Inácio Lula da Silva “foi uma armação”. A opinião do parlamentar foi expressa depois que o STF anulou as condenações contra Lula, dentro da Operação Lava Jato.

Veja a nota na integra:

“A defesa de Lula passou anos afirmando e cobrando do STF que a Vara de Curitiba era incompetente para julgar as acusações contra ele. Enquanto isso, o juiz Sérgio Moro e seus cúmplices, Deltan Dallagnol e companhia, fizeram o que queriam com o processo. Massacraram Lula como desejaram. O prenderam por mais de um ano, constrangeram seus familiares, bloquearam seus bens e agora, depois que o mundo conheceu os autos com as patifarias de Moro, acordaram para fazer valer a legislação.

Provando que o STF mistura política com justiça, só agora, depois que Moro foi desmoralizado até no exterior, tomaram a decisão certa.

A pergunta que fica é: Anularam os processos. E quem vai restituir os direitos perdidos, os constrangimentos e, finalmente, por que só quando viram a casa caindo é que decidiram fazer justiça?

Essa decisão é para conceder o direito de defesa que Lula não teve em Curitiba ou para não admitir a parcialidade de Moro e seus aliados?

Esse processo contra Lula foi uma armação. É isso que o STF tem que declarar.”

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.