Procon-JP registra 342 inspeções e 104 notificações a estabelecimentos, em agosto

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor realizou 1.338 atendimentos remotos apenas em agosto, com o consumidor fazendo denúncias e reclamações, tirando dúvidas e também pedindo orientações. Já a equipe de fiscalização realizou 342 inspeções no mês passado e, desse total de visitas, emitiu 104 notificações.

A Secretaria recebeu uma média de 1.140 ligações nas duas linhas de telefone disponíveis (0800 083 2015 e 3218-5720) e 198 mensagens através do @proconjp. Desde o início da decretação do Estado de Calamidade Pública na Capital, provocado pela pandemia do Coronavírus, o Procon-JP soma 5.430 assistências via telefones e 2.018 através do Instagram (desativado no dia 14 de agosto devido à legislação eleitoral).

Entre as principais reclamações do consumidor estão atraso na entrega de compras realizadas através da internet, preços considerados abusivos em supermercados e similares e farmácias, dúvidas sobre contratos de serviços, problemas com telefonia, água e energia, além do descumprimento das normas de segurança sanitária exigidas pela Secretaria Municipal de Saúde, a exemplo de aglomeração e desrespeito ao distanciamento em estabelecimentos como supermercados, lojas, bares e restaurantes, academias de ginástica e farmácias.

A fiscalização do Procon-JP soma, desde o início da pandemia, 542 notificações e 81autuações a estabelecimentos comerciais, além de 118 fechamentos de lojas. Os números registrados são o resultado das reclamações e denúncias dos consumidores em relação à legislação consumerista ou desrespeito as normas estabelecidas nos decretos para evitar a contaminação pelo coronavírus.

Atendimentos do Procon-JP na Capital

Telefone para agendamento: 83 3218-5720

Telefone para orientação: 0800 083 2015

Email: procon@joaopessoa.pb.gov.br

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.