Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Prefeitura de Catolé do Rocha deve pagar indenização por lixão a céu aberto

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O município de Catolé do Rocha foi condenado a pagar indenização por dano moral, no valor de R$ 15 mil, em decorrência da existência de lixão a céu aberto nas proximidades de um imóvel rural. A sentença, oriunda da 1ª Vara Mista da Comarca de Catolé do Rocha, foi confirmada pela Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça no julgamento da Apelação Cível nº 0801800-35.2022.8.15.0141, da relatoria do desembargador Aluizio Bezerra Filho.

Em sua defesa, o município alega que os fatos narrados não são aptos a ensejar danos de ordem moral, pelo que pugnou pelo provimento do Apelo e pela reforma da Sentença, para que o pedido fosse julgado improcedente.

Em seu voto, o relator pontuou que na Ação Civil Pública nº 0800381-87.2016.8.15.0141, que também tramitou perante o Juízo da 2ª Vara Mista da Comarca de Catolé do Rocha, a Administração Municipal foi condenada a encerrar as atividades do lixão, abstendo-se do lançamento de resíduos in natura a céu aberto sem prévio tratamento, a adotar as medidas necessárias para a implementação de local adequado, a não realizar a queima da massa de lixo a céu aberto ou em recipientes, instalações ou equipamentos não licenciados para essa finalidade, nem a catação de resíduos sólidos e a fixação de habitações temporárias ou permanentes na área do lixão.

O Município foi condenado também a elaborar e aprovar o Plano Municipal de Resíduos Sólidos, a implementar programa de coleta seletiva de forma progressiva, com vistas à redução da quantidade de resíduos aterrados, bem como plano de recuperação da área prejudicada, que abrange o imóvel rural do autor da ação.

“Demonstrada a existência de um dano e da ação administrativa (depositar lixo a céu aberto) e da ocorrência do nexo causal entre o dano e a ação, a sentença não merece reparos”, frisou o relator, negando provimento ao recurso.

 

 

Imagem: Ilustrativa/Freepik

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

Bananeiras Park, em Bananeiras

São João de Bananeiras terá superestrutura e deve reunir cerca de 500 mil pessoas

Cagepa PB

Começam hoje inscrições para concurso da Cagepa com 80 vagas e salários de até R$ 12 mil

boaventura

Auditor do TCE é barrado em Boa Ventura e aciona MP e polícia para checar finanças

f13594e09cbba8986323e3cf52d2a445

João surpreende e nomeia Arymatheus para Saúde e Miguel Ângelo para Desenvolvimento Econômico

WilsonfilhoRepublicanoss

João Azevêdo anuncia Wilson Filho e Edilson Amorim para a Educação da PB

joao-azevedo-paraiba

João Azevêdo anuncia investimentos e credenciamento de entidades para o Programa de Aquisição de Alimentos

aaada

Professores e servidores da UFPB e do IFPB convocam imprensa para entrevista coletiva nesta quinta

aditivo-sao-joao-cg

MPPB, órgãos e empresa assinam Termo Aditivo sobre segurança durante o São João de Campina Grande

cumprimento-decisao-boa-ventura

MPPB tem pedido deferido pela Justiça e garante auditoria do TCE na Prefeitura de Boa Ventura

cópia-de-casa-da-pamonha1

Procon-JP realiza pesquisa no valor das comidas típicas durante os festejo juninos