Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

MPPB e MPF promovem evento no ‘Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio’

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) e o Ministério Público Federal (MPF), na Paraíba, promoveram, nesta segunda-feira (10) – Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio – um evento para discutir a prevenção de um dos maiores problemas de saúde pública na atualidade e que está entre as quatro principais causas de morte no Brasil. Somente na Paraíba, é registrada uma morte autoprovocada a cada 34 horas, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde.

O evento aconteceu no auditório do MPF, em João Pessoa. Ele faz parte da campanha ‘Setembro Amarelo – vamos falar sobre a vida’, que foi lançada no último dia 28 de agosto, na sede do MPPB, pelas instituições ministeriais, Secretarias de Saúde do Estado e de João Pessoa,  Tribunal de Justiça, Associações Brasileira e Paraibana de Psiquiatria e Centro de Valorização da Vida (CVV). O objetivo da campanha é dar visibilidade, durante todo o mês de setembro, ao tema do suicídio, discutir ações viáveis de prevenção ao problema e orientar as pessoas que passam por isso, familiares e amigos sobre a importância de se buscar ajuda profissional nos serviços de saúde.

Participaram do evento a promotora de Justiça Jovana Tabosa e sua assessora, Priscila Serpa, além do procurador da República, José Guilherme Ferraz. Na ocasião, foi apresentado o projeto ‘Ressignificando Vidas – cuidado e prevenção ao suicídio”, de autoria da neuropsicóloga Anne Michelle Paiva, conselheira estadual da Cruz Vermelha Brasileira, na Paraíba.

O projeto foi criado em 2017 e é desenvolvido no Hospital de Trauma de João Pessoa. A iniciativa começou a partir da observação do índice de pessoas que entravam na unidade hospitalar por tentativa de suicídio. Segundo a autora do projeto, apenas em 2017, foram 150 casos, sendo 69 homens e 81 mulheres. Em 2018, nos primeiros oito meses já são 110 entradas de pacientes no Trauma por tentativa de suicídio.

Roda de conversa

Durante o evento, a médica Fernanda Marques promoveu uma ‘roda de terapia comunitária’, uma estratégia de cuidado em saúde mental, em que os participantes são estimulados a expressarem suas inquietações do dia a dia.

Conforme explicou a especialista, a terapia comunitária tem como características a discussão e a realização de um trabalho de saúde mental preventiva de base comunitária. A ideia foi disseminar o conhecimento sobre essa técnica entre familiares e amigos que dela necessitem.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Taioba Discos inaugura primeira loja física em JP com Soft Opening exclusivo

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

WhatsApp Image 2024-07-22 at 16.38.28

Francisco Fidelis registra candidatura à vaga de desembargador da Paraíba pelo Quinto Constitucional do TJ-PB

7c5c6b32-034e-4b1c-87c9-53518e96f3a4

Pagamento de julho dos servidores estaduais será feito nos dias 25 e 26

Pao-e-Leite-Divulgacao

Beneficiários do Pão e Leite têm até o fim de julho para atualizar cadastro

Promotoria-Sousa

MPPB expede recomendação sobre a vedação dos conselhos tutelares nas eleições

Gervásio com a prefeita Luciene e Raíssa, Brejo dos Santos

Gervásio participa de convenção que homologou chapa Luciene e Raissa em Brejo dos Santos

Bruno e Romero

Pedro diz que é mais fácil Romero manter aliança com Bruno e indicar nome do vice

Concurso, freepik 1

BNDES divulga edital de concurso com 150 vagas e salário de R$ 21 mil

Creci-PB - Fórum Sta Luzia

Em Bananeiras: Creci-PB participa de debate sobre instalação de Fórum de desenvolvimento urbano

Celest 2

Centro de Línguas Estrangeiras divulga lista de classificados para as vagas de 2024.2

Nilvan Ferreira recebe apoio de vereadora Ivonete Barros

Ivonete Barros retira pré-candidatura e anuncia apoio a Nilvan Ferreira em Santa Rita