Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Justiça mantém pena de acusados de estuprar menor com deficiência auditiva

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Por decisão unânime, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou provimento aos apelos de Ademilson Rafael de Sousa, conhecido por “Reggae”, e Severino Silva de França, vulgo “Nem”, mantendo decisão do Juízo de 1º Grau que, julgando procedente a denúncia, os condenou a uma pena de 8 anos de reclusão, nos termos do artigo 217-A, c/c artigo 29, ambos do Código Penal, pela prática de estupro de vulnerável contra uma menor com deficiência auditiva, que contava com 13 anos de idade, à época dos fatos. O relator do processo 0000567-40.2014.815.1071 foi o desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

Consta da denúncia que no dia 28 de fevereiro de 2014, no Sítio Torrões, na Zona Rural de Curral de Cima, os acusados, de comum acordo, atraíram a vítima para um matagal e, mediante grave ameaça, mantiveram coito vagínico com a menor, que, diante da brutalidade do ato, teve que ser internada no Hospital Cândida Vargas, na Capital do Estado.

A defesa dos acusados afirma não haver prova concreta de que eles tenham praticado os crimes, sobretudo diante das declarações da vítima, ora negando, ora afirmando terem sido eles que cometeram o delito. Para o relator do processo, o exame do material colhido diz o contrário do que afirmam os réus.

Segundo o relator, uma linha de investigação foi seguida a partir das informações trazidas por uma prima da ofendida, no sentido de que Severino passou a rondar pela região e, sempre que era visto por lá, a vítima saia de casa de forma suspeita, e que essa situação cessou após a notícia de estupro, ou seja, Severino não mais andou pelas redondezas.

“Dizer que não há prova sobre a autoria é negar as evidências”, afirma o desembargador Joás. Ele destacou, ainda, que a vítima, em razão de sua deficiência (surda/muda), teve que ser instruída até aprender a comunicação de libras para se fazer entender. “Depois disso, não teve dúvidas em apontar os acusados como os responsáveis pela violência sexual contra ela praticada”, ressaltou.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

verissinhoaz

Opinião: Vídeo completo não altera “infelicidade” de fala de Verissinho sobre autistas

forummangabeira

Fórum Regional de Mangabeira passa por reformas e adota regime de teletrabalho

bd39780962e9a5c9f1b034003fb21f6e

Convenção para referendar André Coutinho e Camila Holanda em Cabedelo será domingo

chuva

Inmet emite alerta de perigo potencial de vendaval para os 223 municípios da Paraíba

1cdfa7ea-df72-4a1e-b570-434ff0e73d4e

Paraíba firma TAC com MPF-PB e garante segurança jurídica aos investidores do Polo Turístico Cabo Branco

WhatsApp Image 2024-07-16 at 16.03.42 (1)

Greve dos servidores do INSS começa nesta terça

WhatsApp Image 2024-07-16 at 16.04.09

Startup paraibana conquista pódio do Oi Osten Girl Power e conhece Luiza Helena Trajano em SP

WhatsApp Image 2024-07-16 at 16.03.42

Taioba Discos abre sua primeira loja física em João Pessoa nesta quarta

prefeitura-de-joao-pessoa

João Pessoa conquista 1º lugar em Transparência na Região Metropolitana

economia_1609210423_0 (1)

Com demanda interna aquecida, economia cresce 0,3% em maio, diz FGV