Coordenado por paraibana, livro em homenagem a Kassio Nunes chega as plataformas digitais

Coordenado pela advogada paraibana Laryssa Almeida, o livro “Ensaios sobre a Transformação Digital no Direito”, em homenagem ao ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi lançado pela Editora do Conselho Federal da OAB (CFOAB)  e está disponível na Biblioteca Digital do sítio eletrônico do CFOAB. O download é gratuito.

Prefaciado pelo presidente do CFOAB, Felipe Santa Cruz, a obra conta com artigos dos ministros do STF, Dias Tófoli e Luiz Fux. Priscilla Maciel, Daniel Maciel, Harrison Targino, Gustavo Moreira, Iggor Dantas e Marcelo Weick são advogados paraibanos que contribuíram com capítulos para o livro.

“Como contribuição nesse processo de transformação digital no Direito, essa é uma das ações que estruturei para virtualização e inovação da Ordem. Creio que a mudança de cultura tem que partir da própria instituição, tanto no operacional como na difusão de informações, capaz de sensibilizar a advocacia para este novo cenário. Entre as ações que, também, me orgulham, estão a construção da Rede Innovate, o Comitê de Proteção de Dados e Privacidade e fiz a parceria entre a OAB/PB e o Parque Tecnológico de Campina Grande, que deu origem incubadora jurídica (Incubalaw)”, informa Laryssa Almeida, ex-Diretora Tesoureira da OAB/PB.

A advocacia é uma das profissões mais atingidas pela digitalização dos serviços jurídicos. Os escritórios estão tendo que se adaptar a novos cenários. Audiências online, citações por aplicativos de conversas, plataformas digitais com inteligência artificial para elaboração de peças e até a robotização da prestação jurisdicional, são algumas das inovações.

“Sempre fui apaixonada pela tecnologia. Participei do primeiro hackathon (maratona de programação) em 2015 com Controladoria do Estado da Paraíba (hackfest). Quando eleita assumi o compromisso de contribuir com esse processo de transição que advocacia passa. Esse livro é uma dessas contribuições”, reforça a advogada paraibana, que é especialista em Ciências Criminais pela ESA/PB.

Além da advogada campinense, os cariocas Bruno Barata, membro da Comissão Brasil/ONU do Conselho Federal da OAB e Leandro Frotta, presidente da Comissão de Recursos Hídricos e Sustentabilidade do Conselho Federal da OAB, estão à frente da iniciativa.

Com passagem marcante pela OAB-PB, Laryssa Almeida é a diretora mais jovem a ocupar o cargo.

“Sabia da minha responsabilidade. Mas, gosto de servir e entendi que seria um processo árduo de crescimento que valeria a pena. Como contribuição para inovação da instituição deixei os serviços de tesouraria todo informatizado. Além disso, estimulei ações de sensibilização e qualificação da transformação digital na advocacia. Ciclos de eventos ligados ao tema como OAB Talks, foram mais de 20 edições, presenciais e online, e o primeiro curso online da ESA/PB, gratuito, cujos módulos são voltados para a inovação e empreendedorismo na advocacia”, destaca a advogada.

Laryssa Almeida é mestre pela UFPB, foi membro do Núcleo de Apoio ao Estagiário (NAE), membro da Comissão de Jovens Advogados (CJA), Diretora e Vice- Diretora da ESA de Campina Grande, Diretora de Interiorização da ESA/PB, membro da Comissão de Assuntos Regulatórios do Conselho Federal é atualmente é Coordenadora da ESA Nacional.

“Tenho orgulho de ter feito parte de, praticamente, todos os quadros da OAB/PB. Sempre produzindo conteúdo e empoderando mulheres, como foi o caso do livro “Diálogos Jurídicos Entre Elas”, lançado no ano passado, em parceria com as Diretoras da ESA/PB”.

O ministro Kassio Nunes Marques é conhecido pelo seu “olhar” mais atento para tecnologia. “O ministro Kassio é advogado e a sua nomeação ao Supremo foi extremamente comemorada. Essa homenagem que fizemos é um singelo desejo de sorte e sabedoria nessa nova jornada”, deseja Laryssa Almeida.

Licenciada da advocacia, a advogada paraibana ocupa o cargo de Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Campina Grande.

“Estou tendo a grande oportunidade de executar ações na área de tecnologia e inovação para um público mais amplo e na minha cidade que tanto amo que é Campina Grande. Mas, o foco continua o mesmo: servir e dar o meu melhor”, afirma a atual secretária.

 

Com Cristiano Teixeira

1 comentário

  • LUIS EVANDRO SANTOS DE SA
    12:19

    Este juiz é aquele que votou com a bíblia na mão, para abrir templos, igrejas etc, no feriado da páscoa e hoje estamos colhendo os frutos de sua irresponsabilidade, quando passamos de 454 mil mortos pela Covid-19. Juízes deveriam consultar as leis e deixar a bíblia para pastores, padres etc.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.