TSE autoriza envio de força federal para a Paraíba

Na sessão administrativa desta quinta-feira, 28, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de força federal para assegurar a normalidade das eleições em cidades de cinco diferentes estados. Na Paraíba, os ministros concordaram com o envio de tropas para a capital, João Pessoa (1ª, 64ª, 70ª, 76ª e 77ª Zonas Eleitorais), Patos (28ª e 65ª Zonas Eleitorais), Souza (35ª e 63ª Zonas Eleitorais) e Guarabira (10ª Zona Eleitoral) diante da informação de que a Polícia civil, no estado, está em greve. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral local (TRE-PB), não se sabe se será possível contar com a Polícia Civil, e o acirramento de ânimo na capital está aumentando por causa do segundo turno, uma vez que no estado haverá disputa também para o governo paraibano.

O presidente do TSE informou que recebeu um telefonema do presidente do TRE-PB, Genésio Gomes Pereira Filho, informando sobre a gravidade da situação no estado. O relator do pedido de envio de força federal, ministro Marcelo Ribeiro, acrescentou que a urgência do caso demanda a autorização do pedido do TRE local.

Outros locais – Um total de 53 Zonas Eleitorais no Pará receberão o reforço de tropas e, no Tocantins, integrantes da força federal serão enviados para os municípios de Tocantínia (5ª Zona Eleitoral), Tocantinópolis (9ª Zona Eleitoral), Goiatins (32ª Zona Eleitoral) e Itacajá (33ª Zona Eleitoral). Eles atuarão em aldeias indígenas no segundo turno das eleições.

Também foi aprovado o envio de força federal para os municípios de Benjamin Constant, Boca do Acre, e São Gabriel da Cachoeira. O envio de reforço foi solicitado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). No caso de Benjamin Constant, o Tribunal Regional constatou um contingente insuficiente de soldados da Polícia Militar na área de fronteira entre Brasil/Peru e Brasil/Colômbia.

Em Boca do Acre, há uma defasagem de 40% no efetivo da PM naquela localidade para garantir a segurança no dia das eleições. Tabatinga é município de fronteira do Brasil com a Venezuela e Colômbia. Em São Gabriel da Cachoeira há a necessidade da presença das forças federais porque grande parte da população é de índios de 22 etnias que falam idiomas próprios.

Eleição suplementar – No Piauí, foi autorizado o envio de força federal para 17 zonas eleitorais e para garantir a normalidade de eleição suplementar para cargos majoritários a ser realizada no município de Oeiras (PI), em novembro.

Agência TSE

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.