Trocolli pede apoio para criar centro de recuperação de dependentes

O deputado estadual Trocolli Júnior (PMDB) vai encaminhar ao governador José Maranhão (PMDB) um projeto que começou a ser elaborado no ano passado e que prevê a criação, em João Pessoa, de um centro de recuperação de dependentes químicos capaz de atender à demanda gerada por todo o Estado. O deputado peemedebista afirmou que desde a redação original, o texto ganhou a contribuição de vários especialistas e a adição de experiências exitosas no segmento em todo o mundo, a exemplo do que acontece em Las Vegas, no estado de Nevada, e San Bernardino, na Califórnia.

Para viabilizar sua ideia, que prevê uma parceria entre o Governo da Paraíba e a Prefeitura de João Pessoa, Trocolli informou que vai buscar, além do governador do Estado, o apoio do prefeito da capital paraibana, Ricardo Coutinho:

"A Prefeitura investiu quase R$ 40 milhões na Estação Ciência. É uma obra importante, uma referência arquitetônica assinada por Oscar Niemeyer que atrai visitantes do todo o país, mas o centro de recuperação de dependentes tem um caráter social que justificaria um investimento até maior. Por isso, temos convicção do apoio do prefeito a esse projeto", declarou o parlamentar, que ainda vai procurar conversar com os três senadores paraibanos, Efraim Morais, Cícero Lucena e Roberto Cavalcanti. Ele também pretende iniciar uma campanha de sensibilização aos deputados federais para que, uma vez aprovada sua proposta, possam alocar emendas para o centro.

"Não queremos apenas ter um local para atender a demanda de dependentes que cresce, infelizmente. Nossa ideia é de criar um centro de referência em todo o Brasil, oferecendo tratamento gratuito para essas pessoas. Temos certeza que conseguiremos sensibilizar o governador José Maranhão para essa causa. Para isso, estamos pesquisando como se dá o tratamento dos dependentes nos melhores centros do mundo", disse Trocolli.

A proposta do deputado foi justificada pelo apelo de muitas famílias que o procuraram pedindo ajuda para encaminhar os filhos para tratamento para o vício, especialmente, de crack, fora da Paraíba. No Estado, a Fazenda da Esperança e a Fazenda do Sol – respectivamente em Alhandra e Campina Grande – recebem os viciados em drogas e baseiam a ajuda na espiritualidade. O que o deputado propõe é um centro com profissionais médicos especializados e dotado das técnicas modernas, apenas disponíveis, atualmente, para famílias que podem arcar com o alto custo do tratamento.

"A droga é um problema que atinge todas as classes sociais. Mas, as famílias pobres sofrem mais porque, muitas vezes, não tem como contribuir com um salário mínimo para a Fazenda da Esperança, por exemplo. Muito menos, teriam alguns milhares de Reais para pagar a internação do filho em um centro de tratamento especializado. A recuperação é um processo demorado, que pode levar até dois anos e custa, em média R$ 8 mil mensais em clínicas especializadas. É um valor acima do que pode pagar a maior parte da classe média. Nós queremos dotar a Paraíba de uma clínica moderna, capaz de atender essa demanda e acabar com o desespero dos pais, que hoje não têm a quem recorrer para salvar seus filhos do vício", resumiu Trocolli Júnior.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.