Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

TRF4 determina prisão de José Dirceu em 2ª condenação na Lava Jato

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Quarta Seção do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou hoje (16) um recurso do ex-ministro José Dirceu, que buscava a reversão de sua segunda condenação na Operação Lava Jato, e determinou que ele comece de imediato a cumprir a pena de 8 anos e 10 meses pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Ao final do julgamento, foi determinada a notificação à 13ª Vara Federal de Curitiba para que providencie a prisão de Dirceu, tendo como base o entendimento atual do Supremo que permite o cumprimento de pena após o fim da tramitação do processo na segunda instância.

A segunda condenação de Dirceu na Lava Jato foi proferida pelo então juiz federal Sergio Moro em março de 2017, quando o ex-ministro foi considerado culpado por ter recebido R$ 2,1 milhões em propina proveniente de contratos na Petrobras, entre 2009 e 2012.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), parte desse valor foi recebido por meio de 118 voos em táxis-aéreos. A pena inicial estipulada foi de 11 anos e três meses de reclusão.

A condenação foi confirmada pela Oitava Turma do TRF4 em setembro do ano passado. A pena, porém, foi abrandada, sendo reduzida para oito anos e 10 meses. Em seguida, a defesa do ex-ministro apresentou diversos recursos em forma de embargos, prolongando o desfecho do caso na segunda instância.

Nesta quinta, por unanimidade, os sete desembargadores da Quarta Seção do TRF4 negaram o último desses embargos, no qual a defesa buscava a prescrição dos crimes dada a idade avançada do ex-ministro, hoje com 72 anos. Também foi determinado que o irmão de Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, condenado no mesmo caso, comece a cumprir sua pena de 8 anos e 9 meses de reclusão.

Prisão anterior

Dirceu chegou a ser preso na Lava Jato em maio do ano passado devido à confirmação no TRF4 de sua primeira condenação no âmbito da operação, na qual a pena estipulada foi de 30 anos de prisão. Ele foi posteriormente solto, porém, por determinação do Supremo Tribunal Federal.

Em agosto do ano passado, a Segunda Turma do STF entendeu, por maioria, haver plausibilidade suficiente no recurso especial de Dirceu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra sua primeira condenação na Lava Jato, motivo pelo qual ele deveria ser solto. Essa decisão, porém, não abrange a segunda condenação do ex-ministro.

Jornal do Brasil

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

cirurgia

Hospital Metropolitano realiza cirurgia inédita em criança com paralisia cerebral

WhatsApp-Image-2023-05-30-at-10.28.57

Semob-JP realiza campanha e comando educativo para incentivar doação de sangue nesta terça

padre_egidio____foto_reproducao-750x375-1-1-750x375

Caso Padre Zé: audiência de instrução contra padre Egídio de Carvalho é adiada

666bb76c-ae3b-8285-dab9-9bc726fdb94b-800x500

Cícero Lucena decreta luto de três dias e dá nome do vereador Professor Gabriel a escola municipal

enem_202023-900x600

Inscrições para o Enem 2024 começam nesta segunda

WhatsApp Image 2024-05-27 at 15.48.04

Prefeitura de João Pessoa usa drones em ação de combate ao Aedes Aegypti nesta segunda

Luiz Couto 2024

Couto diz que PT sai fortalecido com candidatura própria e aposta em Cartaxo

Raissa Lacerda

Raíssa Lacerda vai assumir vaga deixada por Professor Gabriel na Câmara

Luciano Cartaxo 21

Cartaxo comemora decisão do PT: “Estou feliz e confiante no desempenho”

fabianogomesazul

Fabiano Gomes passará por cirurgia nesta terça em Campina Grande