Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

TCE-PB reprova contas de Gemilton Souza com imputação de débito de R$ 582 mil

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O ex-prefeito de São Bento, Gemilton Souza da Silva, vai ter que ressarcir aos cofres do município a quantia de R$ 582,3 mil, referente à falta de prestação de contas de gastos excessivos com combustíveis e locação de veículos no exercício de 2015. A decisão é do Pleno do Tribunal de Contas do Estado, que na manhã desta quarta-feira (21), sob a presidência do conselheiro Arnóbio Alves Viana, apreciou uma pauta com 15 processos, entre contas de prefeituras municipais, órgãos públicos, recursos e consultas.

No voto, aprovado à unanimidade, o relator do processo (proc. 04881/16), conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho, detalhou as inúmeras inconformidades levantadas pela Auditoria, entre as quais, e que ensejaram a emissão do parecer contrário, déficit orçamentário de R$ 13 milhões, gastos sem autorização legislativa e ausência de licitação em procedimentos que somados chegam a R$ 1.1 milhão. Também o não recolhimento das contribuições previdenciárias. O gestor deixou de recolher ao regime geral de previdência 92% do previsto. Cabe recurso.

Aprovadas – Do exercício de 2018 foram aprovadas as contas da prefeitura de Juripiranga. Ainda as de Parari referente a 2017, Prata de 2014 e Pilõezinho relativas a 2015. Um pedido de vista formulado pelo conselheiro Fernando Catão adiou para a próxima sessão o julgamento das contas de Uiraúna (2015).

Os membros do colegiado julgaram improcedente o Recurso de Apelação interposto por Júlio César de Arruda Câmara Cabral, ex-secretário de finanças de Campina Grande, contra decisão consubstanciada no Acórdão AC2TC 0783/2017. Provimento parcial foi a decisão em relação ao recurso impetrado por Ivaldo Medeiros de Moraes, ex-secretário do Gabinete do Prefeito de Campina Grande, contra decisão consubstanciada no Acórdão AC2-TC 00336/20.

O Pleno rejeitou o recurso interposto por Luciana Gomes Vieira de Almeida, ex-gestora da Organização Social ABBC – Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (proc.13188/19), face a responsabilização consubstanciada no Acórdão AC2 TC 03204/19 emitido quando da análise de Inspeção Especial de Contas. Arquivada, tendo em vista a perda de objeto, foi o processo de Inspeção Especial (proc. 11687/14), instalado para acompanhar a divulgação das informações referentes ao destino dos recursos repassados pela SES às Organizações Sociais.

O TCE-PB realizou sua 2283ª sessão ordinária, presidida pelo conselheiro Arnóbio Viana, com a presença dos conselheiros Fernando Rodrigues Catão, André Carlos Torres Pontes e Antônio Gomes Vieira Filho. Também dos substitutos Antônio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede Santiago Melo e Renato Sérgio Santiago Melo. Pelo Ministério Público de Contas atuou a procuradora Isabella Barbosa Marinho Falcão.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

Priscila e Ramonilson (1)

Baronesa lança pré-candidatura em Patos e Ramonilson fala em ‘compromisso não honrado’

PSDB candidaturas femininas

PSDB amplia bases para eleições municipais e aposta em pré-candidaturas femininas na PB

Prisão, cadeado

Polícia Civil prende investigado por participar do assassinato do tio

Polícia Civil JP

Preso foragido do Rio que manteve família refém em JP durante assalto

Furto agências bancárias

Polícia Civil e PRF prendem investigados por furto de computadores de agências bancárias na Paraíba, PE e RN

Sandra Marrocos 2

Sandra Marrocos deixa cargo no Ministério das Mulheres para assumir pré-candidatura

CMJP 2023

Agenda da Câmara esta semana tem votação da LDO, debates e entrega de honrarias

Dinheiro 2

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto

João Azevêdo close

João apresenta investimentos do Governo com recursos de emendas parlamentares estaduais

carteira de trabalho

João Pessoa tem 488 vagas de emprego a partir desta segunda-feira