Projeto em tramitação na CMJP cria banco de dados sobre vacinação

A digitalização e modernização por meio da tecnologia é uma tendência no mundo e que pode ajudar também na área da saúde, com a formação de um banco de dados referente à informações sobre as vacinas tomadas pelos pessoenses. É o que prevê o Projeto de Lei 565/2018, de autoria do vereador João Corujinha (PSDC), que cria o Cartão Eletrônico de Vacinação.

Segundo a norma, as informações referentes à vacinação devem ser disponibilizadas em um banco de dados e acessadas em todos os postos de saúde do Município por meio da internet. Para o autor da matéria, a informatização desses dados traz diversos benefícios, desde a diminuição de ‘retrabalhos’ à melhoria na confiabilidade das informações. Ele ressalta ainda a redução de problemas para quem perdeu o documento.

“Os dados dos vacinados deverão ser salvos em um banco de dados eletrônico, evitando qualquer confusão ou conflito para saber se já recebeu determinada vacina ou não, ou ainda a possibilidade de receber a mesma vacina duas vezes”, explicou João Corujinha destacando que a atual forma do cartão de vacina é pouco eficaz.

O parlamentar ressaltou também que, como o Cartão Eletrônico de Vacinação deve ser disponibilizado pela internet, essa informatização vai facilitar a consulta e até a impressão do documento para a utilização em viagens.

De acordo com a matéria, cabe à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a infraestrutura necessária para a informatização do sistema de vacinação, como também a criação, alimentação e armazenamento do banco de dados. O projeto ainda precisa passar pelas comissões permanentes da CMJP para que seja apreciado pelos parlamentares em plenário.

Comentários