Prefeita de Conde mantém apoio a venezuelanos em encontro com embaixador do Reino Unido

A prefeita Márcia Lucena se reuniu com o embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, e relatou o processo de envolvimento da Prefeitura de Conde no acolhimento a imigrantes refugiados da Venezuela. A prefeita reafirmou a disposição de manter a assistência em saúde, educação e proteção social que a gestão municipal garante em parceria com a Casa do Migrante em Conde, desde julho do ano passado, quando da chegada do primeiro grupo, de 44 pessoas.

O encontro aconteceu na quinta-feira (7) durante visita que o diplomata fez à instituição, localizada no loteamento Village Jacumã, para conhecer pessoalmente o processo de acolhida que obteve apoio financeiro da Embaixada do Reino Unido no Brasil.

Coordenada por Arivaldo Sezyshta, Auricélia Rossana da Silva e José Roberto Saraiva dos Santos, a Casa do Migrante integra a rede do Serviço Pastoral dos Migrantes do Nordeste e, na Paraíba, recepciona, hospeda, integra e encaminha para lares próprios os homens, mulheres, famílias e crianças venezuelanas refugiadas.

Vijay Rangarajan visitou as instalações e participou de uma roda de conversa em que ouviu relatos da coordenação sobre o cotidiano na Casa, a metodologia de integração, as campanhas de arrecadação, a parceria com a Prefeitura de Conde e outras questões. O embaixador comentou a positividade do trabalho e disse da disponibilidade da Embaixada para apoiar ações de integração de pessoas refugiadas da Venezuela e projetos para a agricultura sustentável.

A prefeita Márcia informou sobre crianças venezuelanas matriculadas em Creis (creches) e escolas, que receberam fardamento e os demais itens para a frequência escolar; falou sobre a assistência integral à Saúde, e do diálogo permanente da Casa com a equipe da Secretaria de Trabalho e Ação Social.

A prefeita fez uma reflexão sobre o aspecto ético da acolhida, que em Conde acontece “na perspectiva da solidariedade entre as pessoas de qualquer nacionalidade”, lamentou “o conservadorismo que impõe fronteiras que não são apenas geográficas, mas políticas e culturais que impedem a busca de pessoas por seus sonhos em novas terras”, e confirmou “o empenho da Gestão Municipal no apoio ao trabalho da Casa do Migrante em Conde.”

Comentários