Polícia investiga bando que aplicou golpes usando nome de presidente do TCE-PB

A Polícia da Paraíba continua investigando um caso curioso que gerou golpes em prefeitos, vereadores, e outros gestores públicos paraibanos usando indevidamente o nome do conselheiro Arnóbio Viana, presidente do Tribunal de Contas da Paraíba. As investigações neste sentido são conduzidas pelo delegado de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, Gustavo Carletto. Ao ParlamentoPB, ele disse que não poderia revelar muitos detalhes sobre o episódio porque as diligências ainda estão sendo cumpridas, mas garantiu que pelo menos três prefeitos da Paraíba caíram no golpe aplicado por uma quadrilha baseada em Natal, capital do Rio Grande do Norte.

“O modo de ação era simples. Eles usavam a foto do presidente do TCE no WhatsApp e faziam contato pedindo que fosse depositada uma quantia numa conta bancária. Uns 10 prefeitos e vereadores foram procurados e pelo menos três caíram e chegaram a efetuar transferências”, revelou Gustavo sem citar os nomes das “vítimas”.

A questão já foi objeto de ofício do presidente do Tribunal de Contas do Estado ao secretário da Segurança e da Defesa Institucional Jean Francisco Bezerra Nunes, em março passado. O documento informava sobre o modo de operação dos golpistas narrado por alguns prefeitos. Nota Pública do TCE – emitida em 28 de fevereiro e com farta divulgação pelos órgãos da Imprensa – denunciava, igualmente, a atuação dos bandidos.

“Trata-se de golpe perpetrado por criminosos de alta periculosidade, o que demanda a apuração rigorosa dos fatos” dizia o ofício do conselheiro Arnóbio Viana ao secretário da Segurança e da Defesa Institucional.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.