Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Ministro do STF afirma que Santiago colocou mandato a serviço de agenda criminosa

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O ministro Celso de Mello afirmou que o deputado Wilson Santigo, do PTB da Paraíba, pôs seu mandato a serviço de uma agenda criminosa. A avaliação foi feita pelo ministro ao determinar o afastamento do parlamentar, que foi alvo da Operação Pés de Barro, em dezembro.

Na volta do recesso, em fevereiro, o plenário da Câmara vai decidir se mantém ou não o afastamento de Santiago.

Desse modo, o conjunto de dados indiciários antes referido – registrados em arquivos de som e imagem – parece indicar, em suporte ao pedido de afastamento cautelar do mandato parlamentar ora em análise, que o congressista sob investigação pôs seu mandato a serviço de uma agenda criminosa, em ordem a dar concreção, no plano factual, à sua aparente “auri sacra fames”, degradando-se o ofício legislativo, em tal contexto delinquencial, à subalterna condição de instrumento destinado a alimentar corruptas venalidades”, escreveu o ministro. 

A PF chegou a pedir a prisão do deputado, mas Celso de Mello considerou o afastamento da Câmara como medida mais adequada diante da “probabilidade de utilização das prerrogativas inerentes ao ofício parlamentar para o fim espúrio de propiciar, em favor do congressista em referência, a continuidade e a subsistência do aparente esquema de corrupção instaurado por esse investigado, cujo alegado plano criminoso, por ele próprio concebido, teria encontrado suporte, segundo se sustenta, nas atividades de estruturada organização criminosa”.

O decano afirmou ainda que ao que tudo indica, o deputado  “convertera o seu mandato parlamentar em plataforma de ações delituosas, dirigidas, todas elas, para o fim de obter, à margem das leis da República, inadmissíveis (e criminosas) vantagens de caráter pessoal”.

Celso cita as imagens de assessores recebendo suposta propina do empresário que delatou o esquema.

 

 

O Antagonista

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

semanadomei (1)

Semana do MEI: Sebrae orienta empreendedores sobre adesão ao Domicílio Eletrônico Trabalhista

egidiopreso

Audiência de Egídio tem oitiva de Dom Delson, mas é interrompida a pedido da defesa

acidentetransito (1)

Câmara de João Pessoa debate Maio Amarelo pela paz no trânsito

robertosantiago

Roberto Santiago: herança da avó e tios tirou a família do fundo do poço

detranreune (1)

Detran é o primeiro órgão da Paraíba a receber a Carta de Serviços Digital revisada e atualizada

forumcabeelo (1)

Segundo réu pronunciado pelo homicídio do lutador de MMA é julgado em Cabedelo

joaoalemanha

João Azevêdo abre Fórum de Internacionalização Paraíba-Alemanha e destaca investimentos em pesquisa

Cida Ramos, deputada

Cida Ramos acredita em candidatura própria do PT e diz que está confiante

Adolescente mata os pais e a irmã

Adolescente mata os pais e a irmã em SP por ficar sem computador e celular

Barreira do Castelo Branco

Obras na barreira do Castelo Branco começam hoje e trecho da BR-230 será interditado