Ministério Público Eleitoral se manifesta contra realização de carreatas, passeatas e comícios na Paraíba

O Ministério Público Eleitoral reforça entendimento contrário à realização de carreatas, passeatas e comícios no estado da Paraíba durante a campanha eleitoral, que tem início no próximo domingo (27). O entendimento da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) se baseia em nota técnica complementar emitida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Segundo o documento, publicado nesta sexta-feira (25), a orientação pela não realização de atividades presenciais vale independente da classificação de bandeiras que orientam a retomada das atividades em todos os municípios paraibanos (Plano Novo Normal – bandeiras verde, amarela, laranja e vermelha). A intenção da autoridade estadual de saúde e da PRE é evitar aglomerações durante a campanha, objetivando barrar a disseminação do novo coronavírus (covid-19).

“O documento da SES reforça o entendimento anterior, no sentido de “não promover eventos com grande número de pessoas (comícios, carreatas, passeatas e confraternizações), espancando qualquer dúvida objetiva de que a recomendação da autoridade sanitária estadual é aplicada a todos os municípios paraibanos, independente da bandeira de classificação. Provavelmente, o reforço técnico decorreu de alguns abusos que foram identificados no período das convenções presenciais”, frisou o procurador regional Eleitoral na Paraíba, Rodolfo Alves Silva.

Segundo Rodolfo Alves, caberá a cada juiz e promotor eleitoral, o entendimento com relação a realização das carreatas, passeatas e comícios.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.