Maranhão minimiza saída de Ney e diz que partido quer compromisso

O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), evitou potencializar o episódio da desfiliação do ex-senador Ney Suassuna, anunciada às 13 horas na Rede Paraíba Sat de rádio para 20 emissoras em todo o Estado. Maranhão declarou que Ney nunca teria procurado o PMDB para externar suas insatisfações: "Ele nunca nos procurou para pedir espaço", disse o governador sobre a reclamação de Ney, que disse não ter condições de continuar no partido porque não teria garantia da legenda para concorrer ao Senado no ano que vem.

Ainda sobre o tema, Maranhão, de maneira breve, afirmou ao chegar ao Teatro Paulo Pontes para a posse do novo Procurador Geral de Justiça, Oswaldo Filho, que qualquer filiado é livre para deixar a sigla e ainda alfinetou o ex-colega: "Só fica no PMDB quem tem compromisso com o partido".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.