João Azevêdo manda recado sobre 2022: “Antecipar discussões é quase um crime”

 

Em pronunciamento na manhã desta terça-feira (2), durante sessão preparatória para abertura dos trabalhos legislativos da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa da Paraíba, o governador João Azevêdo mandou um recado para aliados e antagonistas para que deixem para 2022 as discussões sobre as eleições estaduais.

Segundo o governador, antecipar as discussões sobre o processo eleitora de 2022 é “quase um crime de lesa-pátria”.

“Deixemos 2022 para o próximo ano. Não atropelemos o calendário nem alteremos a agenda de emergência sanitária e de desenvolvimento econômico social. Antecipar discussões em torno das próximas eleições, creiam, é quase um crime de lesa pátria, é nocivo, é supérfluo”, declarou.

Na oportunidade, o governador João Azevêdo apresentou a mensagem do Poder Executivo ao Legislativo para o ano de 2021 e falou das ações e projetos executados, bem como de metas e ações para este ano. Ele anunciou investimentos na ordem de R$ 5,9 bilhões em saúde, segurança pública, educação, segurança hídrica, infraestrutura, desenvolvimento econômico e turismo.

Segundo o governador João Azevêdo, a Paraíba aproveitou o ano de 2020 para avançar naquilo que precisava, “sem se deixar abater, sem estagnar, sem sucumbir as dificuldades impostas pela pandemia” do novo coronavírus.

João Azevêdo pontuou os desafios enfrentados pela gestão estadual no enfrentamento da pandemia do coronavírus ao considerar 2020 “um ano repleto de sacrifício, aprendizado e dor” e que impôs a necessidade de um reordenamento social, econômico e sanitário. Dentre as ações mencionadas por ele para combater a Covid-19 estão a abertura de mais de mil leitos exclusivos para tratamento do novo vírus; implantação do Hospital Solidário, em Santa Rita, do Hospital de Clínicas de Campina Grande, da unidade obstétrica da Maternidade Frei Damião, em João Pessoa; a aquisição de 310 mil testes rápidos; e a convocação de mais de 4 mil profissionais de saúde. “Entre investimentos próprios e os aportes federais, apenas no combate à Covid-19 foram injetados na cadeia circulante algo em torno de R$ 342 milhões, aplicados em obras, serviços, ações emergenciais e ampliação e aperfeiçoamento da rede hospitalar e do aparato de segurança, entre outros eixos reguladores”, frisou o governador.

Na área da Saúde, o gestor destacou também a instalação permanente de 132 novos leitos de UTI e 147 de enfermarias; as obras no Hospital de São Bento; a criação da “PB Saúde”; a realização de mais de seis mil cirurgias do programa Opera Paraíba; a destinação de R$ 77 milhões para compra de medicamentos; e o maior crescimento em doação de órgãos e transplantes do país.

Em infraestrutura hídrica, o governador anunciou o início das obras da barragem de Porcos, em Pedra Lavrada, e a licitação das barragens do Espinho Branco, em Patos. Ainda serão licitadas as barragens de Camaratuba e Gurinhém, que irão receber as águas da transposição, além das de Parari, Sumé, Alcantil, São José de Espinharas, Santa Luzia, Catingueira, Sousa, Uiraúna, Pombal, Bernardino Batista e Cajazeirinhas. O Governo do Estado projeta investir ainda R$ 61 milhões em perfuração de poços.

Na segurança, ele evidenciou os números positivos do Anuário de 2020 que comprovou reduções de 47% nos assaltos a banco, 23% nos roubos gerais, 20% nos roubos a veículos e a terceira menor taxa de assassinatos no Nordeste, além das 11 mil operações policiais preventivas e das apreensões de 3.500 armas de fogo e de 4,5 toneladas de drogas.

Dentre os investimentos em educação elencados pelo governador em sua mensagem à Assembleia Legislativa estão a criação da plataforma “Paraíba Educa”, a posse de mil professores concursados e a convocação de 594 educadores. Ele também evidenciou a construção de 51 ginásios esportivos e a implementação de novas escolas em tempo integral que chegarão a todos os municípios da Paraíba este ano. “Tudo o que for investido nessa área, aí incluído o reajuste de 12,84% no piso salarial do magistério, é garantia plena de retorno no futuro”, sustentou.

No setor turístico, ele celebrou a consolidação do Polo Turístico Cabo Branco, que iniciará as obras dos três primeiros empreendimentos, recebendo um aporte de 600 milhões de reais, gerando 9 mil empregos diretos e indiretos, e a construção do Centro de Convenções de Campina Grande.

João Azevêdo também evidenciou as políticas públicas e inclusivas executadas pela gestão no ano passado, a exemplo do aumento no valor do Cartão Alimentação durante a fase mais crítica da pandemia, o pagamento do abono natalino, a aquisição e distribuição de mais de 10 mil toneladas de alimentos e 10 milhões de litros de leite, expansão da “Patrulha Maria da Penha”, implantação do Centro de Igualdade Racial João Balula, de restaurantes populares, casas de acolhida, adoção de tarifas sociais para pagamento de contas de água e a instalação do Centro de Atendimento ao Autista, em João Pessoa.

Ele ainda detalhou ações no esporte, na cultura e na habitação e anunciou novos investimentos em mobilidade urbana. “Já temos em execução ou para iniciar obras de sete novas estradas asfaltadas, perfazendo 102,8 km. Também em obras, estamos recuperando 129,2 km em quatro importantes rodovias. Além disso estamos implantando novas estradas fazendo a ligação asfáltica para oito povoados ou distritos, no novo programa “Estradas da Cidadania”. São 35 obras de mobilidade urbana em diversas cidades da Paraíba, algumas em execução e outras prestes a iniciar. Além dessas, já autorizadas, até o final deste mês de fevereiro lançaremos um grande pacote de obras rodoviárias, com novas estradas e recuperação de rodovias estaduais”, acrescentou.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.