Hospital de Trauma comunica morte cerebral de ciclista atropelado em Quadramares

A família do pedreiro Valmir Pedro de Brito, de 43 anos, atropelado numa ciclofaixa no início da manhã de ontem (1º), em Quadramares, recebeu no início da tarde de hoje a informação repassada pelo Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa de que o ciclista teve morte encefálica. O advogado da família, Diego Lima, informou que mesmo enfrentando um momento de extrema dor pela perda precoce de Valmir, seus parentes autorizam a doação de órgãos depois de um pedido feito pela filha da vítima, Ana Valéria, de 17 anos. Ela disse que se o pai pudesse escolher, ele optaria pela doação.

Valmir estava internado na área vermelha e foi transferido hoje de manhã para a Unidade de Terapia Intensiva.

Leia mais: Advogado de ciclista atropelado aponta “rosário de absurdos” e depoimentos forjados

1 comentário

  • LUIS SA
    13:36

    Toda solidariedade à familia do ciclista, mas o governador João Azevedo e o secretário de segurança, deve intervir imediatamente na equipe policial que atendeu a ocorrência, assim como no delegado responsável pelo inquérito, pois tudo indica que o suposto responsável pela morte do trabalhador, está recebendo todo o tipo de proteção e apoio policial em seu benefício na fase do inquérito.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.