Frente Parlamentar da AL debaterá com governo ações para alavancar turismo

 

O faturamento do setor de turismo no País, durante os primeiros oito meses de 2020, apresentou uma queda de 33,6%, somando o total de R$ 70,4 bilhões, segundo levantamento Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP). Como forma de buscar alternativas para o segmento na Paraíba, o deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), vai debater o tema com o Governo do Estado.

“O governador João Azevêdo tem se mostrado muito sensível a esse tema e anunciou recentemente o início de um grande projeto que é o Polo Turístico do Cabo Branco que vai garantir o desenvolvimento econômico e de infraestrutura, fortalecendo o setor. São novos empregos e oportunidades que chegam à Paraíba. Com as instalações de novos empreendimentos, teremos uma Paraíba referência no turismo sustentável em todo o mundo. Por isso, iremos levar a Frente Parlamentar para contribuir sobre as discussões na área do turismo do nosso estado”, destacou Eduardo.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o resultado negativo do setor de turismo entre janeiro e agosto de 2020 tiveram influência da diminuição de 68,8% nas viagens aéreas, pela redução de 43,2% nos serviços de hospedagem e alimentação, e pela retração de 33,3% nas atividades culturais, recreativas e esportivas. Dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) mostram que, devido à pandemia causada pelo coronavírus, as viagens internacionais registraram uma queda de 70% nos oito primeiros meses de 2020 em relação ao mesmo período no ano passado.

Especialistas acreditam que a situação não tende a melhorar nos próximos meses. “Por isso precisamos fortalecer o setor no nosso estado para garantirmos a atração de novos turistas pelo mundo. Esse é um tema sensível e que importância pela sua grandeza dentro da cadeia produtiva e econômica”, disse Eduardo Carneiro.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.