Energisa corta fornecimento de energia do Núcleo da Defensoria Pública em Campina

A energia do prédio onde funciona o Núcleo Regional de Atendimento da Defensoria Pública do Estado em Campina Grande foi suspensa pela Energisa duas vezes este mês, prejudicando o atendimento e colocando em risco a segurança do prédio. A concessionária de distribuição de energia alegou falta de pagamento dos meses de fevereiro, março, abril e maio, entretanto, nenhuma fatura deixou de ser paga, conforme atestam documentos da Gerência de Planejamento, Orçamento e Finanças da DPE-PB.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Atendimento, Gilvan Gusmão, o prédio ficou sem energia dias 10, 11, 24 e 25 de maio, após dois cortes injustificados. Nesse período, a unidade teve o sistema de segurança desativado, o desligamento da rede de computadores e o comprometimento do atendimento ao público, já que os servidores se utilizam da estrutura do Núcleo para fazer o atendimento virtual via Chat.

O corregedor-geral da DPE, Alípio Bezerra, ressalta que a falha é inadmissível, considerando a importância do funcionamento do Núcleo para os cidadãos, sobretudo em casos urgentes, e para o cumprimento dos prazos processuais.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.