Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Embrapa apura homofobia em Campina Grande, mas diz que processo é sigiloso

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Embrapa Algodão de Campina Grande emitiu uma nota a respeito da denúncia de prática de homofobia no ambiente de trabalho formalizada pelo pesquisador Cherre Bezerra, de 40 anos. O ParlamentoPB publicou pela manhã que o servidor tem sido hostilizado e até ameaçado por colegas por causa de sua orientação sexual. “Ao receber a denúncia de homofobia, a Embrapa instaurou processo disciplinar e também emitiu mensagem aos empregados, repudiando qualquer tipo de discriminação no ambiente de trabalho, independentemente de origem, gênero, orientação sexual, religião, raça ou qualquer outra característica pessoal. O processo disciplinar ainda está em curso e é sigiloso”, diz a nota emitida pela empresa.

Ironicamente, o pesquisador alvo de homofobia é presidente nacional da Comissão Permanente de Prevenção e Combate ao Assédio Moral (CPPCAM) na Embrapa e informou que tem sido alvo de discriminação na empresa há alguns anos, mas que a situação se intensificou nos últimos dois anos.

Além de denunciar o ocorrido à empresa onde trabalha, o fato foi registrado ainda no Ministério Público do Trabalho (MPT) e na Polícia Civil.

A queixa – Dois “colegas” de trabalho de Cherre Bezerra são apontados pela prática de homofobia. Áudio e prints (capturas de tela) de conversas com teor homofóbico no WhatsApp vazaram e foram colocadas num dossiê que o pesquisador enviaou à Ouvidoria da empresa.

Também foram lavrados dois boletins de ocorrência na Polícia Civil em outubro e janeiro deste ano, quando chegou ao conhecimento de Cherre um vídeo onde um dos suspeitos debocha e profere palavras homofóbicas contra o pesquisador. Na denúncia, diz:

“O agressor encontrava-se numa roda de ‘machos’, debochando de mim e oferecendo 100 reais pra qualquer um dos ‘machos’ que ali se encontravam que quisesse ‘comer meu c*’”, relatou Cherre sobre o vídeo.

Cherre explicou que em 26 de outubro de 2023, os dois suspeitos de praticar homofobia foram ouvidos pela chefia geral da empresa, e que ambos receberam advertência verbal. Ao questionar a punição, Cherre diz que ouviu da chefia: “que tratam-se de dois pais de família que não podem correr o risco de perder o emprego”.

Funcionário da Embrapa denuncia ‘colega’ por homofobia: “Ofereceu R$ 300 para quem me estuprasse”

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

atendimento trabalho FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 350 vagas de emprego em 10 municípios

rio grande do sul enchente 2024 FOTO rafa neddermeyer agencia brasil

Número de mortes causadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul sobe para 169

Imposto deRenda, Imagem Joédson Alves-Agência Brasil

Prazo para declarar o Imposto de Renda termina na sexta-feira

mega sena FOTO marcello casal jr agencia brasil

Paraíba tem 25 apostas ganhadoras na Mega-Sena

Brasília (DF) 11/04/2023 Fachada do palácio do Supremo Tribunal Federal (STF) Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei

rabaul_papua nova guine FOTO Pixabay

Agência da ONU estima 670 mortes após deslizamento de terra em Papua-Nova Guiné

rio agua FOTO Pixabay

Homem tenta salvar bezerro em açude na Paraíba e morre afogado

Brasília, DF, Brasil: Caixa Econômica Federal. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Concurso da Caixa tem aplicação de provas neste domingo na Paraíba e em outros estados

sergioequeoriga

“Quero Quero” e o discurso contraditório do “agora é oficial”

gleisi1

PT deve anunciar na segunda que postura adotará nas eleições deste ano