Dom Delson assina decreto proibindo que religiosos fiquem sozinhos com menores e vulneráveis

O Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, assinou um decreto proibindo que padres fiquem sozinhos com menores e adultos vulneráveis em ambientes reservados.

Segundo o decreto, assinado na última quarta-feira (6), os padres estão proibidos de ficar sozinhos com os menores e adultos vulneráveis na casa paroquial, no carro paroquial ou qualquer outro espaço em que estejam desacompanhados dos pais ou responsáveis.

o decreto também determina que o atendimento espiritual a menores e adultos vulneráveis, principalmente durante a confissão, ocorra nos confessionários ou em locais adequados na igreja, garantindo, dessa forma, a visibilidade.

Também proíbe que durante as atividades organizadas pelas paróquias seja oferecido alojamento a menores e a adultos vulneráveis desacompanhados dos pais ou responsáveis.

O decreto também determina que os religiosos acusados de exploração ou abuso sexual a menores de idade informem o fato imediatamente a Dom Delson.

o objetivo do decreto, assinado semanas após denúncias de assédio sexual envolvendo religiosos na Paraíba virarem notícia em âmbito nacional, segundo o arcebispo, é assegurar às crianças, adolescentes e adultos vulneráveis um ambiente eclesial seguro.

Em casos de condutas suspeitas de abuso sexual por parte dos sacerdotes, a Arquidiocese pode limitar ou até mesmo suspender o exercício da atividade pastoral acusados até que as denúncias sejam esclarecidas.

Comentários