Deputados negam convite para liderança do governo na AL

Os deputados Adriano Galdino, Tião Gomes e Manoel Ludgério negaram hoje (8) que tenham recebido convite para assumir a liderança do governo na Assembleia Legislativa após a saída de Hervázio Bezerra da Casa Epitácio Pessoa. Mesmo assumindo que votam na reeleição do governador Ricardo Coutinho, os parlamentares afirmaram que rejeitariam o posto.

“É uma função honrosa, mas é uma prerrogativa do governo. Não tenho conhecimento de nenhum impasse até porque não sei se o governador fez algum convite. Acho que a base tem deputados com mais qualificação e vários mandatos. Eu sou deputado de um mandato só”, explicou Adriano Galdino, ao ser questionado sobre o tema.

Uma explicação no mesmo sentido foi dada pelo deputado Tião Gomes ao tratar do assunto. “O trabalho que faço para o governo independe de liderança. Eu já defendo o governo de maneira tranquila. Não fui convidado, mas se for eu declino. Já Manoel Ludgério afirmou que não tem pretensão de exercer a liderança. “O meu foco é dar apoio político ao governador na Assembleia, votar na reeleição dele e cuidar um pouco da minha reeleição”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.