Deputado critica nomeação de terceiro colocado para reitor da UFCG

O presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da ALPB, Anísio Maia, se contrapôs a colegas parlamentares que comemoraram a nomeação feita hoje pelo presidente Jair Bolsonaro do professor Antônio Fernandes Filho, terceiro colocado na eleição realizada pela comunidade acadêmica em novembro passado.

“É a democracia brasileira que está perdendo. Não há nada a comemorar. Não se trata de analisar a figura do reitor, mas de entender o processo adotado autoritariamente pelo presidente Jair Bolsonaro. Quando você comemora uma indicação dessa, sem querer você referenda o desprezo pela comunidade universitária, que majoritariamente escolheu outro candidato”, afirmou o deputado.

Para o parlamentar, o projeto democrático deve ser respeitado, sobretudo na Educação. O parlamentar acrescentou que a comunidade deve ter a garantia de escolher quem será seu representante e irá administrar a universidade. “Esse projeto democrático vem sendo quebrado paulatinamente e diuturnamente em todas as universidade federais do Brasil. Quem luta pela democracia no meio educacional não pode aceitar essa indicação”, finalizou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.