Deputada paraibana exonera assessor acusado de assédio e vazamento de vídeo íntimo

A deputada estadual Doutora Paula Francinete (PP) exonerou há aproximadamente 20 dias um dos assessores de seu gabinete na Assembleia Legislativa da Paraíba. O assunto não foi divulgado na imprensa da capital do Estado, mas ganhou repercussão em Cajazeiras, principal base da parlamentar e cidade do rapaz que foi dispensado do cargo.

O Parlamentopb tomou conhecimento que o assessor teria assediado sexualmente uma colega de trabalho que relatou o problema à deputada. Doutora Paula decidiu pela exoneração do funcionário.

Comenta-se que além das investidas, o rapaz teria tornado público em vídeo íntimo da moça, o que causou ainda mais revolta na vítima.

1 comentário

  • Wanderly Farias
    09:40

    Isso não é motivo somente para demissão. Estão acobertando um crime grave.

Comentários