Conselho Superior do MP descarta remoção de promotor acusado de negligência

O Conselho Superior do Ministério Público da Paraíba, em sessão ordinária realizada na tarde desta segunda-feira, 16, o Processo Administrativo Disciplinar nº 001.2018.003168 de relatoria do procurador de Justiça Francisco Sagres no qual consta que a comissão processante emitiu parecer pela remoção compulsória do promotor de Justiça Onéssimo Cézar Gomes da Silva Cruz, da 1ª Vara de Santa Rita.

No julgamento de hoje, após sustentação oral do advogado Sheyner Asfóra que defendia os interesses de Onéssimo Cézar, o órgão colegiado do MPPB, à unanimidade, decidiu por desclassificar a punição pela pena de advertência.

Onéssimo Céza foi acusado de não obedecer prazos processuais e não zelar pela regularidade e celeridade na tramitação dos processos em que atuou.

Comentários