Comissão aprova projeto que prevê adaptação de caixas eletrônicos para pessoas com deficiência

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (4), por unanimidade, o Projeto de Lei 215/2019, de autoria da deputada estadual Cida Ramos, que dispõe sobre adaptação de terminais de autoatendimento das instituições financeiras no Estado da Paraíba, para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

A presidente da Comissão destacou que o Projeto de Lei se originou a partir de reivindicações de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. “Essas pessoas procuraram o nosso gabinete e propuseram essa iniciativa, por se sentirem prejudicadas ou impossibilitadas de acessar plenamente os caixas eletrônicos e bancos 24 horas, seguindo as normas técnicas de acessibilidade da ABNT, promovendo o respeito à essa importante população, que compreende 1.045.631 de pessoas em nosso estado”, pontuou Cida.

A parlamentar ainda assegurou que a iniciativa proporcionará mais inclusão e integração social. “A acessibilidade deve ser compreendida em sentido amplo, não apenas como ingresso e sim permanência nos meios físicos de comunicação e serviços. Essa lei não é favor, é direito. Reafirmo que pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida são, antes de tudo, pessoas com direitos inerentes a qualquer cidadão. A lei espera promover comodidade e facilidade na prestação de serviços oferecidos por essas instituições, garantindo os meios de atendimento adequados às necessidades atinentes”, elucidou a deputada.

O projeto de Lei 215/2019, aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação e Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, segue agora para votação dos deputados (as) paraibanos no plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba.

Comissão aprova projeto que prevê adaptação de caixas eletrônicos para pessoas com deficiência

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.