Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Cartaxo garante cestas nutricionais e kits de higiene para mais de 41 mil pessoas

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

João Pessoa terá novas ações de apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia causada pela Covid-19. Depois de reuniões por videoconferência, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, assegurou o repasse de R$ 2,7 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a distribuição de mais de 20 mil cestas nutricionais que irão promover a segurança alimentar de 41,7 mil pessoas. Além do alimento, os beneficiados também irão receber kits de higiene. A ação, que envolve o trabalho integrado entre secretarias do município, é parte do programa “João Pessoa Sustentável”, firmado com o organismo internacional.

O projeto foi encaminhado para a Câmara Municipal de João Pessoa. Com a medida, serão atendidas pelo convênio mais de 10 mil famílias da capital paraibana, estabelecidas a partir de critérios do organismo internacional, em áreas que já integram o programa, além de pessoas em maior condição de vulnerabilidade social e econômica incluídas nas redes de assistência ou que vivem em áreas de risco. “Junto com outras medidas adotadas, estamos promovendo a maior ação de segurança alimentar já realizada na Capital. Por meio deste acordo, a população terá acesso à alimentação e também aos produtos de limpeza para adotar todas as medidas preventivas no combate ao novo Coronavírus”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

A distribuição será iniciada em até 30 dias. O plano de ação firmado com o BID é parte do trabalho para consolidação do Centro de Monitoramento da Cidade, que prevê o uso de tecnologia para uma ação integrada em situações de emergência ou desastres naturais. A medida será complementar à distribuição de alimentos em creches e escolas, que já beneficiam 35 mil famílias, além das mais de 3 mil refeições servidas nas Cozinhas Comunitárias e nos Restaurantes Populares, com gratuidade para pessoas em situação de rua. A Prefeitura também iniciou a distribuição de mais de 4 mil cestas nutricionais. “É uma grande rede proteção social, que supera o atendimento a mais de 100 mil pessoas em situação de vulnerabilidade que dependem do alimento neste momento difícil que o Brasil e o mundo atravessam”, pontuou o prefeito.

João Pessoa Sustentável – Resultado de uma ampla articulação internacional, o programa João Pessoa Sustentável reúne 60 ações prioritárias que preparam a capital paraibana para a marca de 1 milhão de habitantes, prevendo um horizonte de planejamento para os próximos 20 anos. Com o plano estratégico já concluído, e o início de novas ações em curso, contempla obras como o “Centro de Monitoramento da Cidade” e o “Viver Melhor Beira Rio”, que prevê a habitação e a reurbanização completa de oito comunidades quer vivem às margens do Rio Jaguaribe. Outra medida prevista na região é a construção de um Parque Linear, oferecendo novos espaços de lazer em áreas de interesse social.

 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

Pastor Adelino de Carvalho

Pastor gera polêmica ao afirmar que a mulher deve “dar” ao marido mesmo sem vontade

Júnior Araújo, deputado estadual

Júnior Araújo diz que decisão do TSE confirma inelegibilidade de Chico Mendes: “Cai por terra sua pré-candidatura”

OAB PB

OAB-PB publica edital de lista sêxtupla para vaga de desembargador do TJPB

PM apreende armas e celulares com facção que planejava ataques em Santa Rita

Presos suspeitos de integrar facção que planejava matar ‘rivais’ em Santa Rita

PM, força tatica

Líder criminoso do Maranhão é preso novamente pela PM em João Pessoa

TCE 2021

TCE aponta excesso de servidores contratados em 44 municípios da PB

caminhaotombado

Caminhão com asfalto tomba em vala da BR 230 em Santa Rita

apreensao1 (1)

Operação cumpre mandados de prisão contra facção criminosa na Paraíba

padrastgo

Padrasto tenta culpar ex-esposa, mas pega 42 anos por assassinato de Júlia

hugomottaeministro

Ministro informa a Hugo que Paraíba deve ganhar novo aeroporto em São Bento