Câmara de Uiraúna retarda apreciação de construção de hospital

A Câmara de Uiraúna retardou a apreciação do projeto de construção do Hospital Municipal de Uiraúna. O prefeito Segundo Santiago (PTB) declarou que enviou ao Legislativo um projeto de lei de crédito especial para poder executar as despesas referentes às obras de construção do hospital na sede da Secretaria de Saúde e de instalação dessa pasta no prédio onde fica a antiga garagem do município. No entanto, o projeto não foi colocado em pauta ainda.

Segundo relato do gestor, o presidente da Câmara, Antônio Magalhães, não colocou o projeto em pauta na sessão da semana passada e a sessão de ontem (17) foi cancelada sem justificativa. O prefeito acusa que trata-se de um movimento do presidente do Legislativo municipal e dos vereadores de oposição ao Executivo.

De acordo com o prefeito Segundo Santiago, o prédio atual da Secretaria de Saúde possui uma estrutura física com capacidade para criação de 22 leitos, bloco cirúrgico e demais ambientes para um hospital de pequeno porte. Ele considera que isso evitaria de os moradores de Uiraúna precisarem se deslocar para hospitais de Sousa e Cajazeiras.

“A nossa ideia é fazer uma pequena reforma e ampliar o prédio já existente e de propriedade do município de Uiraúna, onde hoje funciona a Secretaria de Saúde para a instalação do hospital, ao mesmo tempo em que transformaremos a antiga garagem do município também de propriedade da prefeitura, na nova sede da pasta. É importante frisar que o equipamento não é para servir grupo político a ou b, mas sim a população em geral, sem distinção. Nossa cidade não pode se dar ao luxo de perder a oportunidade de ter um equipamento importante como este, sobretudo no tempo que vivemos, por conta de picuinhas políticas”, comentou Segundo Santiago.

O ParlamentoPB não conseguiu contato com o presidente da Câmara de Uiraúna.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.