Aníbal volta a ameaçar levar Tião ao Conselho de Ética

O clima de tolerância aparente entre os deputados Tião Gomes e Aníbal Marcolino, ambos do PSL, voltou a ser alterado. É que Aníbal prometeu entregar na próxima semana uma representação contra o presidente de seu partido no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa da Paraíba. A queixa não é nova. Refere-se a um pronunciamento feito por Tião pouco depois da reeleição de Ricardo Marcelo e que acusava os deputados de terem recebido dinheiro para votar na recondução antecipada do presidente do legislativo estadual.

– A quem acusa, cabe o ônus da prova. Eu já estou com um DVD contendo o pronunciamento dele. Ele usou a tribuna e disse que os deputados desta Casa tinham recebido R$ 1 milhão para votar no presidente Ricardo Marcelo. Quando ele faz um comentário dessa natureza, coloca sob suspeita todos os deputados. E como foi uma denúncia grave, merece ser apurada pela Comissão de Ética que foi nomeada e cuja designação está no Diário do Poder Legislativo desta semana.

Aníbal acrescentou já ter conversado com alguns colegas e obtido simpatia à sua proposta de acionar Tião Gomes junto à Corregedoria da Assembleia, órgão presidido por João Gonçalves (PSDB). Ele, contudo, não quis adiantar que outros deputados defendem o processo contra Tião.

– Mais da metade dos membros do Conselho de Ética me apóia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.