Zenóbio aponta dívida de R$ 800 mil do Hospital Regional de Guarabira

O deputado estadual Zenóbio Toscano (PSDB) fez uma denúncia grave na Assembleia Legislativa. Segundo ele, o Hospital Regional de Guarabira estaria devendo cerca de R$ 800 mil a fornecedores e por este motivo correria o risco de não ter como oferecer alimentação aos pacientes. Ainda de acordo com Zenóbio, os telefones do hospital foram cortados por uma dívida de R$ 17 mil. O tucano acrescentou outro problema: o diretor da entidade, Hildon Alves, não teria condições de responder pelo cargo porque atua no posto do Programa de Saúde da Família (PSF) de Cuitegi.

 – O diretor do Hospital Regional de Guarabira é irmão de dois prefeitos [Hugo Alves, de Caiçara; e Betinho Alves, de Logradouro] tem muita força política para se manter no cargo. Ele atua no PSF de Cuitegi. Assim, ele tem que dar 8 horas de expediente no PSF e como é que vai ter tempo de administrar um hospital que atende 40 municípios do Estado? O governo diz que está botando hospitais para funcionar, mas estamos vendo um hospital tradicional chegar a este ponto de insolvência. Não serei ingênuo de fazer nenhum apelo ao Secretário de Saúde, mas faço esta denúncia para que alguém se sentir responsável por isso, tome alguma providência. O que se diz na região é que o secretário [de Saúde] não tem nenhuma simpatia com o diretor, que foi uma imposição política e está fazendo isso para "fritar" o diretor. Mas, a população não pode ser penalizada porque o secretário não tem a força de demitir um diretor que acumula a função com o PSF de outra cidade.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.