Vital envia condolências à família do Pastor Pacheco

O senador Vital do Rego (PMDB-PB) manifestou na noite de hoje os sentimentos pelo falecimento do Pastor Francisco Pacheco de Brito, da Igreja Assembléia de Deus de Campina Grande. Pastor Pacheco, como era mais conhecido, faleceu na tarde desta quinta, poucos dias depois de ter completado 25 anos de pastorado, recebendo o título de Dr. em Teologia.
 
O senador lembrou que, durante a campanha do ano passado, foi recebido pelo Pastor Pacheco no escritório do Templo Central da Assembléia de Deus na cidade, na Rua Antenor Navarro, no bairro da Prata, ao lado do vice-prefeito de Campina Grande, José Luiz Júnior, que é evangélico; e do também pastor Emídio Brito.
 
“O Pastor Pacheco foi um grande exemplo de dedicação à evangelização de um povo. Sua vida foi referência para todos nós, que temos em Jesus Cristo a sua fortaleza e a sua salvação”, disse o Senador paraibano.
 
Francisco Pacheco nasceu em 16 de maio de 1916, em São João do Cariri, mas mudou-se para Campina Grande ainda jovem, passando a trabalhar na construção civil, ajudando a desenvolver o município. Casou-se com Albertina Barbosa de Lima e constituiu família, composta por 10 filhos, 25 netos e 11 bisnetos.
 
Vital lembrou que Pastor Pacheco iniciou sua vida de evangelizador muito jovem e passou a viajar por todo interior da Paraíba e de outros Estados, levando uma mensagem de amor a Deus e transformando vidas através de sua fé em Jesus. Ele foi nomeado diácono em novembro de 1943; presbítero, em outubro de l949; e pastor em janeiro de 1984.
 
Vital citou a admiração que toda a sua família tem pelo trabalho evangelizador do Pr. Pacheco. “Ele levou a mensagem de Jesus aos povos, construindo templos de evangelização. Pastor Pacheco também foi responsável pela implantação de igrejas em várias localidades, levando evangelização para o povo sofrido do interior nordestino”, disse.

O velório ocorrerá no Templo Central da Assembléia de Deus na Rua Antenor Navarro, 693, no bairro da Prata e o sepultamento será neste sábado, 18, às 15h no Cemitério do Monte Santo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.