Vereadores do PMDB negam criação de bloco maranhista na capital

Paulo de Pádua

Os vereadores do PMDB, Fernando Milanez e Mangueira, afirmaram hoje que não foram orientados nem convocados pelo governador José Maranhão para articular nos bastidores da Câmara Municipal de João Pessoa a formação de uma bancada maranhista. “Não tenho nenhum conhecimento da formatação de nenhuma bancada por debaixo dos panos, visando prejudicar Ricardo Coutinho e a Cidade. Não vou aceitar isso”, declarou Milanez.

Ele comentou que não vê nenhum motivo para um rompimento entre Ricardo e Maranhão. O parlamentar lembrou que um desentendimento agora contradiz tudo o que aconteceu nas últimas eleições, quando Maranhão e Ricardo chegaram a ocupar, por diversas vezes, o mesmo palanque político, trocando elogios entre si e defendendo a união do grupo para embates futuros. “Não houve absolutamente nada para um rompimento”, afirmou.

Milanez avaliou que seria um verdadeiro retrocesso o prefeito resolver agora romper com o governador para se aliar aos grupos políticos que não pertencem a base de sustentação do Governo Lula. “Ricardo tem posições antagônicas, muito mais vinculadas ao governador. E o governador vinculado a ele. Eu acredito e vou defender até as últimas essa união”, ressaltou. O peemedebista disse, inclusive, que o socialista poderia ser uma opção para compor a chapa encabeçada pelo governador Maranhão na disputa pela reeleição em 2010.

Já o vereador Mangueira assegurou, por sua vez, que continua na base do prefeito e que também, particularmente, torce por uma reaproximação dele com o chefe do Poder Executivo Estadual. “A minha opinião pessoal é de que ainda pode acontecer um entendimento. Me mantenho na base porque Ricardo vem fazendo uma boa administração”, concluiu. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.