Vereador vai ao MPE acusar Prefeitura de Guarabira de esconder concurso

O vereador Beto Meireles revelou que seu gabinete irá expedir ofício ao Ministério Público comunicando a postura da Prefeitura de Guarabira tangente ao concurso público na área de saúde. Segundo Beto, houve um flagrante crime ao se tentar esconder a realização do certame. "Iremos solicitar as providências do Ministério Público, fiscal da lei que é, uma vez que a Constituição Federal foi ferida de morte, tendo o príncípio da publicidade sido desrespeitado pela administração de Fátima Paulino", assegurou Beto Meireles.

Saber as razões que levaram a prefeitura a omitir o concurso é interesse do vereador. De acordo com ele, a atitude do governo de Fátima abre caminho para suspeita de irregularidade. "Ora, se nada havia de irregular não existia motivo para esconder. Tudo está mal explicado, e a verdade terá de aparecer", questionou. O vereador também estranhou o fato de a empresa contratada para fazer o concurso não ter realizado outros anteriormente, de acordo com informações contidas no próprio site.

Beto Meireles ainda pretende comunicar, por escrito, ao Ministério Público uma reclamação em relação à qualidade da água que a Cagepa tem fornecido à população guarabirense. Segundo ele, nos últimos dias, o que jorra das torneiras é lama e não água.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.