Veneziano Vital tem o mandato cassado por causa da Aije do Cheque

O juiz Francisco Antunes, da 16ª zona eleitoral, divulgou no final da manhã de hoje sua decisão de cassar o mandato do prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e do vice, José Luiz Júnior (PSC). Ele acatou a acusação encaminhada através de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) impetrada pela Coligação Por Amor a Campina,  no caso que ficou conhecido como Aije do Cheque.

O advogado da coligação "Por Amor a Campina", José Mariz, informou que a decisão prevê a saída de Veneziano e José Luiz e a posse do segundo colocado nas eleições municipais, Rômulo Gouveia (PSDB), que teve como vice Lígia Feliciano. No entanto, é uma praxe que o prefeito obtenha uma liminar e se mantenha na função enquanto encaminha recurso a um órgão colegiado, como o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

A acusação contra Veneziano Vital foi acatada depois da quebra do sigilo bancário e fiscal , um ano e quatro meses depois de impetrada. Os adversários de Veneziano alegaram que ele teria sido beneficiado com um cheque do Fundo Municipal de Saúde, cujos recursos teriam aportado na conta do então candidato à reeleição através da Construtora Maranata.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.