UFPB tenta identificar autores de vandalismo na reitoria por meio de câmeras

O professor Saint Clair Avelar, Superintendente de Segurança Institucional da UFPB, disse hoje (19) que, por meio de câmeras instaladas na reitoria e em alguns pontos da universidade está tentando identificar os responsáveis pelo vandalismo praticado na noite de ontem na instituição.

“Estamos analisando as câmeras para identificar os invasores”, disse Saint Clair Avelar.

A Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, foi alvo da ação de vândalos na noite desta terça-feira (18). Vidros e porta de entrada foram quebrados e paredes e o piso foram pichados.

Canos dos bebedouros de água instalados no local também foram danificados. Além disso, pelo menos duas salas tiveram os móveis revirados, como a sala de assessoria a professores do interior do estado e a da ouvidoria. A entrada do auditório também foi danificada.

A ação dos vândalos foi percebida por segurança do campus por volta das 21h.

Seguranças responsabilizaram participantes do ato em memória do estudante assassinado Clayton Tomaz, realizado na noite de ontem na Praça da Alimentação. Frases como “Quem matou”, foram pichadas nas paredes.

Organizadores do evento disseram à imprensa que não sabem quem são os responsáveis e se são realmente pessoas que participaram do ato.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.