Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Trotes superam número de ocorrências atendidas pelo Samu de João Pessoa em 2022

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu-JP) atendeu 22.256 ocorrências no período de janeiro até novembro deste ano. Deste total, o tipo de atendimento mais frequente é o de socorro, que corresponde a cerca de 90% (20.444) dos chamados, enquanto o restante corresponde a transferências e remoções. Mensalmente, o serviço realizou uma média de 2 mil atendimentos. Do total de chamadas recebidas durante o ano pelo Samul, 22.465 foram identificadas como trotes.

De acordo com o levantamento do Samu-JP, as principais ocorrências registradas este ano foram os acidentes de trânsito (3.816). Outras ocorrências atendidas com frequência pelas equipes de socorro foram psiquiátricas (2.323), paradas cardiorrespiratórias (498), AVC (448), pediátricas (351) e síndromes gripais (255).

Para o coordenador geral do Samu-JP, Galileu Machado, o trabalho dos profissionais é fundamental para salvar vidas. “Chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência que possa levar a sofrimento ou mesmo à morte é de extrema importância para a nossa população, pois cada segundo é importante na tentativa de salvar uma vida ou diminuindo os danos e evitando a morte precoce”, afirmou.

Trotes – Além da Capital, o Samu-JP é responsável pela regulação do atendimento de urgências de 60 municípios inseridos na 1ª Macrorregião de Saúde. Somando todas essas localidades, o serviço recebeu 234.173 chamadas no período de janeiro a novembro de 2022. Deste total, 22.465 foram identificadas como trotes, ou seja, quase 10% das ligações.

Essa transgressão se configura crime e, quando identificado, o autor é enquadrado no artigo nº. 340 do Código Penal Brasileiro por falsa comunicação, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa. No Samu, quando a ligação é identificada como trote, é feito um registro em um banco de dados, sendo contabilizado em estatísticas e, posteriormente, encaminhado a delegacias e Procuradoria para providências cabíveis.  O Samu realiza, ainda, ações educativas em meios de comunicação, nas escolas, Centros de Referência em Assistência Social, Centros de Apoio Psicossocial, Unidades Básicas de Saúde, entre outros órgãos municipais.

Quando chamar o Samu – O Samu atende diversas ocorrências, como urgências traumatológicas, psiquiátricas, obstétricas, pediátricas e clínicas, a exemplo de intoxicação, queimaduras graves, trabalho de parto com risco para a mãe ou para o bebê, quedas e crises convulsivas. Sempre que este tipo de urgência acontecer, o serviço deve ser acionado de imediato.

De acordo com o Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Samu, um atendimento é considerado socorro quando as ambulâncias e motolâncias são despachadas para atender uma ocorrência. Já a orientação acontece quando um usuário faz um chamado e, como o caso não é grave, o médico da equipe faz o atendimento por telefone.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

edsonfachin

Ministro do STF decide arquivar ação contra reeleição antecipada de Adriano Galdino

Sodiê

Governo da Paraíba dispensa emissão de documentos fiscais em mercadorias doadas ao RS

lovina

MPF intervém e Prefeitura de Cabedelo demole obra ilegal de contenção marítima do Lovina

chuvasrs (1)

Com chuva forte, água sobe pelos bueiros e volta a inundar ruas em Porto Alegre

1af1367b-89e5-4e87-ae7e-586266147ed4

Paraíba participa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite a partir de segunda

tourinho1 (1)

APCA homenageia imprensa da Paraíba com a Comenda Acadêmico Mário Tourinho

Poste, batida

Paraíba registra 242 colisões em postes este ano; João Pessoa e Campina lideram

Lixão a céu aberto

Prefeitura de Catolé do Rocha deve pagar indenização por lixão a céu aberto

Luciano Cartaxo 3

Luciano Cartaxo tem alta e deixa hospital em João Pessoa

PF operação

Operação da PF mira empresas clandestinas de segurança privada