TRE manda de volta à 64ª zona eleitoral ação que pede cassação de Ricardo

O Tribunal Regional Eleitoral decidiu acatar hoje, por três votos contra dois, o recurso que havia determinado o arquivamento de Representação Eleitoral contra o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho. O pedido foi acolhido pela corte, sendo os autos devolvidos para a zona eleitoral de origem, ou seja, o cartório da 64ª zona.

Ricardo Coutinho foi acusado pelo adversário João Gonçalves (PSDB), então candidato a prefeito de João Pessoa pela Coligação "Por Amor a João Pessoa", de distribuição de brindes durante a festa dos motoristas, em pleno período eleitoral de 2008. A competência para julgar o processo será da 64ª zona eleitoral, pois o TRE concluiu que houve quebra do direito de defesa.

O coordenador da propaganda eleitoral, Leonardo França, disse que as imagens da participação de Ricardo, ao lado do vereador Tavinho Santos (PTB), foram gravadas por um fiscal à paisana. Ambos eram vistos ao lado de vários eletrodomésticos etiquetados com seus nomes e de entidades doadoras dos brindes. A oposição acusa Ricardo e Tavinho de terem doado os brindes para os motoristas, mas o prefeito e o vereador afirmam que apenas participaram da festa e que os eletrodomésticos foram comprados pelos promotores do evento.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.