Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Tovar propõe debate de alternativas de convivência com a estiagem

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou estudo técnico sobre El Niño e seus possíveis impactos sobre o Agro Brasileiro. Entre as possibilidades apontadas está um período de estiagem para a região Nordeste. O trabalho aponta ainda que o fenômeno El Niño tem 80% de chance de ocorrer já a partir de julho deste ano.

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) afirma que é preciso se antecipar e propôs discussões com órgãos do Governo Federal, do Governo do Estado da Paraíba, Poder Legislativo pesquisados, instituições de ensino e organizações sociais para discutir medidas e alternativas para convivência com a seca.

“Precisamos debater este tema e saber se corremos o risco de mais um período de estiagem. A nossa Paraíba foi devastada com a última grande seca que se estendeu de 2012 a 2018. Perdemos todas as lavouras, nosso rebanho foi quase que extinto e os paraibanos tiveram dificuldades para colocar comida no prato e até ter água para utilizar no básico”, disse Tovar.

O parlamentar lembra que o Poder Legislativo paraibano sempre foi protagonista neste debate e deve manter a sua tradição. “A seca castiga a nossa agricultura e pecuária, afeta a nossa economia e acentua a nossa pobreza. Precisamos debater alternativas e construir uma política de convivência com a seca”, defendeu, acrescentando que vai realizar um evento para debater a temática.

Dados do Monitor das Secas, da Agência Nacional de Águas (ANA), mostra que na Região Nordeste, devido às anomalias negativas de precipitação nos últimos meses e piora nos indicadores, houve o avanço da seca fraca nos estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, e o agravamento da seca no oeste da Bahia, que passou de fraca para moderada.

El Niño – É um fenômeno que ocorre no Oceano Pacífico, principalmente. A temperatura do mar aumenta, próximo à costa da América do Sul gerando um braço de circulação atmosférica sobre o Nordeste, o que gera a seca. O fenômeno normalmente contribui para diminuir a chuva pela circulação atmosférica que causa, gerando a seca que tem previsão de duração de um ano. Especialistas acreditam que o próximo El Niño atual seja um dos piores já registrados. As edições do fenômeno climático que trouxeram mais problemas ocorreram entre 1982-1983 e 1997-1998, provocando secas no Nordeste e enchentes no Sul do Brasil.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

dinheiro-ab

INSS começa a pagar primeira parcela do 13º na quarta-feira; veja calendário

Pai que matou o filho é preso

Polícia prende homem que matou o filho ao tentar defender a mãe de agressões

Jucélio Dantas é acusado de assassinar kaliane Medeiros

‘Caso Kaliane’: Acusado será julgado hoje pela morte da ex-companheira

Raios em JP

Paraíba tem aumento de mais de 40% na quantidade de raios no primeiro trimestre de 2024

Polícia Civil, homicídios 1

Pai que matou filho ao defender a mãe continua foragido

Sérgio Queiroz 2 22

Queiroz aceita ser vice de Queiroga: “Quem quiser ser grande, seja servo “

Arlenilson Pereira

Suspeito de 4 assassinatos e outros crimes, homicida mais procurado em Campina é preso em SC

CMJP 30

Câmara terá semana com entrega de títulos e debate sobre empreendedorismo feminino

São João de Campina Grande

Empreender PB abre vagas para comerciantes que irão atuar nos festejos juninos de Campina Grande

Acidente na Epitácio Pessoa

Motociclista morre em acidente na Avenida Epitácio Pessoa