TCE dá conta que mais de 1,5 mil vereadores em `férias´

Diante do recesso de 150 Câmaras Municipais da Paraíba, mais de mil e quinhentos vereadores já estão de férias coletivas e a maioria só retorna aos trabalhos no próximo ano, entre fevereiro e março. No período, os prefeitos ficam praticamente sem fiscalização do Poder Legislativo, e a população, sem os seus representantes em plenário para defendê-la, em alguns municípios, por até seis meses.
 
Embora respeite a autonomia das câmaras, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Fábio Nogueira, salienta que é preciso atentar para o princípio da razoabilidade.
 
“A Câmara Municipal é autônoma. No entanto, cabe aos seus dirigentes definir com a razoabilidade o número de sessões ordinárias que cada um deve realizar, mas sem perder de vista os reclamos da população, representada pelos parlamentares”, assinalou o presidente do TCE. Fábio frisou que o TCE acompanha a gestão, fiscaliza e analisa os processos de prestações de contas, atos de admissão de pessoal, contratos e convênios das 223 Câmaras Municipais, além das prefeituras, governo do Estado e seus órgãos.
 
Em João Pessoa, os 27 vereadores entraram de férias na última sexta-feira e retornam ao trabalho no dia 31 de janeiro. Em Campina, os parlamentares ainda não iniciaram o recesso.
 
 

Jornal da Paraíba 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.