Tavinho Santos defende realização de Lava-Jato no futebol brasileiro

O ex-vereador de João Pessoa, Tavinho Santos, defendeu hoje a realização de uma operação semelhante à Lava Jato no futebol brasileiro. Ele alegou que os desmandos são muitos e vão desde corrupção na arbitragem, manipulação de resultados por parte de dirigentes e clubes, além da venda de patrocínios para lavagem de dinheiro.

“A corrupção na Copa do Mundo realizada no Brasil ainda não foi investigada profundamente. O superfaturamento dos estádios, a venda de ingressos no câmbio negro, bem como a sonegação fiscal nas grandes transações de jogadores com clubes do futebol brasileiro, tudo isso precisa ser apurado”, disse Tavinho Santos.

No início dos anos 2000, Tavinho criou a CPI do Futebol Paraibano e trouxe representantes da CPI do Futebol brasileiro à Paraíba. Mas, à época, a bancada da bola no Congresso Nacional se movimentou para barrar as investigações.

“Defendo que o Ministério Público, Polícia Federal e poder judiciário investiguem os indícios porque no Congresso não há interesse em apurar as irregularidades porque muitos parlamentares são financiados pelas entidades envolvidas em corrupção no nosso futebol. E o esporte vem caindo por causa desses desmandos que existem nas instâncias nacional e estaduais do futebol. Basta de tanta desmoralização!”, comentou Tavinho.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.