Suspeitos de tráfico são presos com “tacape da disciplina” para torturar “caloteiros” em Campina; veja

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande – DRE/CG, realizou operação na manhã desta terça-feira, 7, e prendeu suspeitos de integrarem uma organização criminosa responsável por torturar pessoas em cobranças de dívidas do tráfico de drogas. As prisões aconteceram no bairro Velame, em Campina Grande.

Segundo o delegado Ramirez São Pedro, as investigações apontaram uma residência que seria usada para as práticas de tortura e no local foi preso um homem de 21 anos, já condenado por tráfico de drogas, receptação e corrupção de menores, além de ser apreendido um adolescente de 17 anos.

“Com os suspeitos foram apreendidas drogas ilícitas, maconha e crack, além de balança de precisão e dinheiro oriundo da venda das drogas, bem como um objeto, um porrete com pregos, usado para as práticas de tortura”, destacou o delegado.

As ordens judiciais foram obtidas no curso de investigações da DRE e se originaram de denúncias ao Disque 197.

Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia à Polícia Civil, através do disque-denúncia pelo número 197. A ligação é gratuita e será preservada a identidade do denunciante.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.