Site de Michel Temer é invadido por hackers

O site pessoal do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), foi invadido nesta segunda-feira (23) por um grupo de hackers contrário ao projeto de lei americano Sopa (Stop Online Piracy Act).

A página de Temer encaminha automaticamente para o site da vice-presidência e, durante a invasão, ia para outra página, com uma mensagem de protesto ao Sopa. Os projetos de lei antipirataria Sopa (Stop Online Piracy Act) e a Pipa (Protect IP Act) causaram polêmica no mundo e protestos de sites como Wikipédia, que dizem que as exigências tornariam a internet inviável.

"Olha o site do Vice-Presidente do Brasil invadido 😀 Somos completamente a favor dos Anonymous e contra PIPA e SOPA! Brasil nao abrace essa ideia…E deixem de serem corruptos!", diz a mensagem deixada na página de Temer.

Segundo a assessoria de Temer, o problema foi corrigido pela empresa responsável pela manutenção do site logo após as 14h. Temer acionará o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência para investigar o caso.

Folha Online
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.