Sikêra Júnior desqualifica rapper que defendeu mulheres: “É mal amada e gorda”

Um dia depois de ter afirmado, em seu programa de televisão, que mulheres que não pintam as unhas são “sebosas e nojentas”, o apresentador da TV Arapuan, Sikêra Júnior não apenas não pediu desculpas como passou a atacar a rapper paraibana Kalyne Lima. A artista utilizou seu perfil nas redes sociais para repreendê-lo pelo comentário infeliz e também para pontuar que na atualidade toda misoginia e machismo devem ser repelidos. “A TV Arapuan está prestando um desserviço à Paraíba ao trazer essa figura”, escreveu a cantora e compositora em seu Facebook.

Sikêra utilizou diversos adjetivos negativos para se referir a Kalyne. Disse o comunicador que não pronunciaria o nome da moça para não promovê-la, acrescentando que a integrante do Sinta a Liga Crew estaria buscando “fama” através dele.

“O marido deixou porque não aguentou ela. Vira cantora de rap. Não tenho problema se você ficou obesa e inventou de ser cantora. Isso é problema seu. Se você é mal amada, ninguém te quer… fica irritada com as brincadeiras que a gente faz aqui… se está achando que eu vou mudar, não vou. Se está pensando em me processar, fique à vontade. Você vai perder tempo e dinheiro. Eu não tenho citado seu nome porque tem uma cantora aí querendo promoção, coisa que eu não vou fazer. Ela não aparece em canto nenhum. Ninguém sabe uma música dessa moça, mas ela resolveu usar meu nome em uma rede social. Não fale meu nome porque eu não lhe dou cabimento. Não sei quem é você e não terei o prazer de cruzar a mesma calçada que você. Você para mim não vale nada! Você é revoltada e vai viver sozinha. Esquece meu nome! Mulher chata termina sozinha porque não tem homem que queira. Vai terminar triste, sozinha e amargurada”, disse o apresentador, que terminou sua declaração com uma frase chula, dirigida a Kaline: “Vá à m****”.

Relembre a postagem de Kalyne:

Sikêra Júnior é natural de Palmares, Pernambuco, mas trabalhava em uma emissora de TV de Alagoas até o início do ano. Ele virou fenômeno na internet após ‘decretar’ a morte de maconheiros e deixou o comando do programa Plantão Alagoas, da TV Ponta Verde, em fevereiro para atender ao convite do empresário João Gregório e estrear na TV Arapuan. Na ocasião, uma grande campanha de mídia foi elaborada e posta em prática para recebê-lo.

14 comentários

  • LENILSON
    00:18

    Como é que uma emissora de televisão coloca um sujeito como este, sem equilíbrio emocional e sem respeito pela vida humana, para apresentar um programa que alcança milhares de residências? A fala é simplesmente repugnante. É totalmente inaceitável que um indivíduo passe a desrespeitar as pessoas baseado em seu próprio “juízo” de valor. Se não sabe conviver em sociedade, se não sabe lidar com a diferença, então se isole, vá pra caverna, conviver com a própria sombra. O que surpreende é que a emissora seja conivente com esta disseminação de ódio, com este total desrespeito. Em país de primeiro mundo, este cara seria sumariamente demitido. Mas, no Brasil, explorar a miséria/tragédia humana é sinônimo de audiência. Fico me perguntando qual o salário deste sujeito, para falar estas asneiras? Quanto às mulheres (ou quem quer que seja), elas estão livres para se vestirem da maneira que bem entenderem, e ninguém, absolutamente ningúem, tem nada a ver com isto. Homem que não trata mulher de igual para igual não merece ser tratado como um homem, mas sim como um moleque. Vê se cresce, Sikêra! Aprenda a respeitar as pessoas!

  • Mary
    00:18

    Que vergonha esta noticia! A mulher detesta o programa do Sikera, para que ela foi assistir? Deveria ter ido assistir outro programa, e evitar toda esta confusao. Isso fica chato para o povo paraibano, por isso pessoas de outros estados, pensam que somos mal educados e barraqueiros.

  • Laibe
    00:18

    Manda casola nesses mamoeiros SIkera continue e so 1% que nao gosta muda de canal.

  • Beatriz
    00:18

    Amo você, Sikera. Manda ver mesmo , doa a quem doer. Se Não estão satisfeitos, assistam outra coisa. Cada um tem o direito de expressar o que quiser , só cabe aos inteligentes saberem interpretar.

  • Valdir Lima
    00:18

    Este apresentador quem é mesmo? Aquele que veio corrido de Alagoas para sujar nosso jornalismo paraibano ? Como se não bastasse o que se tem de ruim aqui ainda importam aberrações! Volte para o seu lugar homem mal amado, aqui não tem espaço para você! REPÚDIO! RESPEITE AS MULHERES PARAIBANAS SEU RIDÍCULO!

  • Carlos da Silva
    00:18

    Se ele fosse um fenômeno nacional, estaria aonde? Na Globo. Esse tipo de apresentador não tem vida longa, é muito fraco, aqui na terra tem gente melhor.

  • Keanu Reeves
    00:18

    Sikera é um mito, a esquerda chata e selvagem cai logo em cima…

  • Kléber Leon
    00:18

    Vamos olhar o gol do Sport contra o Atlético paranaense.

  • José Carlos
    00:18

    cara vários estados queriam ver você fazendo um programa local, você deixou saudades em Maceió, sim liga não pra essa desconhecida ela quer se promover essa sem kkkkk

  • Cláudio Matias
    00:18

    Sikera para presidente .

  • Ju Silva
    00:18

    Adoro Sikera e acho ele super coerente no que fala mulher tem que se cuidar mesmo e a mulherada hoje em dia tah em bruxa sou mulher e me desculpe quem não gostar mas pior que ele falar do esmalte é os “cantores” cantar a mulher na música como objetos sexuais e elas dançam e gostam e lotam show.Beijo tchau te amo Sikera continua assim descendo a Madeira mesmooooooo

    • Shirley Rodrigues
      00:18

      Vc reclama que as mulheres dançam músicas machistas e um cara que diz algo do tipo e você apóia, te torna igual a elas
      … Poxa, não precisa deixar de gostar dele, agora achar lindo o que ele disse é demais… “Pintar unha?” Isso é uma definição de mulher? Somos todos passíveis de erro, o tempo todo, e foi sim um comentário infeliz, e nem precisa ser feminista, homem ou mulher (ou qualquer outro rótulo desses) para entender isso… Errou, deveria sim pedir desculpas e vida que segue. Vai errar de novo, você vai errar, eu vou errar… Só não podemos, de forma alguma, aceitar de “boas” esse tipo de coisa…

  • Max
    00:18

    Esse suposto apresentador, é uma caso real de machismo barato e representa o que há de pior entre os homens. LIXO!!!

  • Gil
    00:18

    Nossa, que reportagem nojenta essa. Tem que ter sido algum imbecil mesmo.

Comentários