Sessão de Drive-in apresenta hoje o filme “Minutos atrás”

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, promovem nesta segunda-feira (27), a primeira Sessão de Drive-in do ano, com “Minutos atrás”, do diretor Caio Sóh. A sessão começa às 19h, no estacionamento da Estação. O filme tem Vladimir Brictha e Paulinho Moska no elenco e trata de uma trama de fantasia sobre três andarilhos em busca de um sentido para a vida. 
 
Antes, tem a exibição do curta “Caixa D´Água: qui-lombo é esse?” (2012), de Everlane Moraes Santos, sobre a resistência de uma comunidade quilombola sergipana em manter suas tradições diante do avanço da urbanização.
 
O projeto é resultado de um esforço entre a Estação e a Funjope, com o apoio da Secretaria do Turismo (Setur), da Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial e da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob). O ingresso custa 2 kg de alimento não perecíveis por carro, que devem ser entregues a partir do dia 21 (terça-feira), até a véspera, dia 26 (domingo), durante o horário de funcionamento da Estação, na recepção do auditório (das 9h às 21h, nos dias de semana e das 10h às 21h, no sábado ou domingo). No ato, o motorista deve apresentar o documento do veículo, já que o controle das vagas no dia será feito mediante a apresentação de senha com os dados da placa.
 
“Dispomos de 121 vagas para carros de pequeno porte (inclusive voltadas para idosos e portadores de deficiência), e de 30 para ciclistas”, explica o coordenador de Eventos da Estação, Rivaldo Dias. Além disso, os espectadores também podem trazer cadeirinhas dobráveis, almofadas, cangas ou tapetinhos para se acomodar nos jardins frontais ou laterais do estacionamento.
 
Infraestrutura – Dois projetores de intensidade de 7 mil lúmens e um de 12 mil lúmens, com qualidade full HD, ocuparão um espaço de 25×9 metros, cobrindo a parede externa da área administrativa que dá para o estacionamento. O sistema de som será misto: para os que vêm de carro (e têm aparelho de som), a sintonia será feita por frequência de rádio. Para os que estão fora, haverá um sistema de alto-falantes disposto em dois pontos do estacionamento.
 
Atingindo-se a lotação máxima do estacionamento na Estação Cabo Branco, os carros excedentes serão orientados a ocupar o estacionamento da Estação das Artes, logo em frente. Os portões serão abertos a partir das 18h. Os banheiros da Sala de Práticas Educacionais, que ficam vizinhos ao local do drive-in, servirão aos espectadores. Completando a infraestrutura, dois pontos de venda de pipoca ficarão situados nas laterais do estacionamento.
 
“Minutos atrás” – (Brasil, 1h40min, 2013, 14 anos) Baseado em peça escrita por Sóh, “Minutos atrás” é uma fantasia em tons cinza que descreve o périplo de dois andarilhos, Alonso (Vladimir Brichta) e Nildo (Otávio Muller) e seu cavalo Ruminante (Paulinho Moska) pelas estradas da vida. 
 
A cada passo, nada acontece e eles não sabem aonde chegarão. Durante o caminho, eles então começam a refletir sobre a vida, os caminhos que escolheram, seus arrependimentos e sonhos interrompidos e percebem que a saudade que sentiam do passado de nada adiantou para guiar o futuro.As reflexões são pontuadas por arroubos de insanidade – em um deles, Alonso acredita ser Deus.
 
“Caixa D´Água: qui-lombo é esse?” – O documentário tratada da necessidade do resgate das histórias de vida de uma comunidade quilombola aracajuana, que resiste em meio à urbanização desenfreada da cidade. O foco do trabalho está na preservação da oralidade das 55 pessoas entrevistadas e na valorização da cultura negra sergipana. 
 
Serviço:
Estacine Drive-in exibe “Minutos atrás” e “Caixa D’Água: qui-lombo é esse?”
Data: segunda-feira (27), às 19h
Local: estacionamento da Estação Cabo Branco
Ingresso: 2 kg de alimento por carro, trocados de 21 a 27 de janeiro, na recepção do auditório
Entrada: no dia, liberada a partir das 18h
Informações: 3214-8270/8303

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.