Sessão da Câmara de Cabedelo começa, mas aliados de Vítor não comparecem; assista

Começou pouco depois das 18 horas, a sessão extraordinária da Câmara de Cabedelo, convocada pela Mesa Diretora, para a eleição de preeenchimento das vagas de presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretário da Casa Legislativa. A medida foi tomada porque os quatro eleitos para os cargos foram presos no ano passado, depois de serem eleitos antecipadamente.

Como aconteceu nas últimas sessões, os vereadores aliados do prefeito Vítor Hugo não compareceram aos trabalhos da Câmara.

“Essa é a quarta sessão em que os vereadores de situação não comparecem. E eu quero deixar muito claro que estamos aqui cumprindo uma decisão da Justiça. Fizemos tudo dentro do regimento interno e do trâmite legal. Mesmo assim, eles recorreram à Justiça e ela pediu que déssemos publicidade e convocássemos novas eleições. Cumprimos o que nos foi determinado, convocamos, demos publicidade e aqui está a Casa sem quorum para que possamos dar prosseguimento à eleição. Assim, fica convocada nova sessão extraordinária para o dia de amanhã, 31 de dezembro, às 11 horas, determinando a comunicação imediata pela secretaria da Câmara aos vereadores”, disse Geusa Ribeiro, presidente da Câmara.

Somente os vereadores titulares de mandatos poderão votar na eleição.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cabedelo decidiu acatar as decisões da Justiça e convocar nova eleição para a escolha dos novos dirigentes do poder legislativo. Uma sessão extraordinária para apreciar o assunto foi convocada para as 18 horas deste domingo, 30 de dezembro, a fim de discutir a eleição complementar e eleger os componentes da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020. As chapas poderão ser registradas até 15 minutos antes do início da sessão.

O Ato da Mesa de número 39/2018 diz que a decisão se dá considerando os atos do desembargador João Benedito da Silva que afastou do exercício do mandato os vereadores Jaqueline França, Lúcio José do Nascimento Araújo, Antônio Bezerra do Vale Filho e Tércio de Figueiredo Dornelas, que haviam sido eleitos para os cargos de presidente, vice, 1º e 2º secretários da Câmara de Cabedelo para o biênio 2019/2020, em pleito antecipado realizado no dia 8 de março de 2018.

O afastamento de todos os parlamentares continua em vigor e, ainda de acordo com o ato da Mesa Diretora, é obrigatória a eleição dos cargos vacantes neste mês de dezembro, motivo pelo qual foi convocada a sessão extraordinária.

Logo após a eleição, os votos serão contados e o resultado anunciado.

Caso não seja possível realizar a sessão extraordinária neste domingo, às 18 horas, os vereadores ficam imediatamente convocados para estar na Câmara na segunda-feira, 31, às 11 horsa, com a mesma finalidade.

Comentários